Cadastro de áreas destinadas à soja deve ser feito até dia 15

Publicado em 01/12/2008 16:02 1477 exibições
Os produtores de soja têm até o dia 15 de dezembro para cadastrar as áreas de cultivo no site da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (IAGRO), de Mato Grosso do Sul. As informações, armazenadas em um banco de dados, orientam as atividades de defesa sanitária vegetal e alertam os produtores sobre possíveis focos de ferrugem asiática nas imediações das propriedades. O decreto N° 12.657 de 24 de novembro, estabelece o dia 30 de novembro (30 dias antes do fim da semeadura) como limite para o registro, mas abre exceções em caso de contratempos climáticos ou falhas na tecnologia da IAGRO.

O vazio sanitário é uma estratégia de manejo que busca a redução da presença do fungo que causa a ferrugem asiática, o Phakopsora pachyrhizi, disseminado pelo vento. Em MS, entre 1º de julho a 1º de outubro fica proibido o plantio de soja. Os produtores que não cumprem os prazos podem ser multados.

“Os produtores ainda estão se acostumando com a idéia”, diz Lucas Galvan, assessor de agricultura da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL). Há dois anos, o assessor participa de palestras sobre a importância do vazio sanitário. Em 2007, 8.921 áreas utilizadas para a soja foram cadastradas, cerca de 70%.

Outros estados, como Mato Grosso e Goiás, também adotam a prática para diminuir a possibilidade de incidência da doença no período vegetativo e, conseqüentemente, reduzir o número de aplicações de fungicida para controle da ferrugem.


Fonte: Sato Comunicação
Tags:
Fonte:
Sato Comunicação

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário