Chineses querem comprar soja direto do produtor goiano

Publicado em 16/04/2010 14:17 722 exibições

Os produtores rurais goianos poderão vender soja diretamente para companhias chinesas governamentais e privadas. Essa possibilidade foi discutida durante encontros de negócios realizados em Hong Kong no dia 12 de abril de 2010, por dirigentes e produtores rurais goianos que participam da missão oficial à China, organizada pelo governo de Goiás com apoio da Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).


De acordo com Alécio Maróstica, representante da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), a questão foi amplamente debatida e ficou patente que há interesse tanto dos chineses quanto dos brasileiros de que essas operações ocorram sem intermediários.

Conforme Alécio Maróstica, toda a soja brasileira exportada hoje para a China vai por meio de tradings, que controlam grande parte do agronegócio brasileiro e, por isso mesmo, acabam ficando com a maior parte dos ganhos. Com a possibilidade de venda direta para o importador chinês, os produtores brasileiros poderão ter maiores vantagens.

SEMINÁRIO

Em Hong Kong, a comitiva goiana foi dividida em duas. Enquanto os produtores participavam dos encontros de negócios e discutiam a questão das exportações de soja, os secretários do Planejamento, Oton Nascimento Júnior, da Indústria e Comércio, Luiz Medeiros Pinto e o representante da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Goiás , Paulo César Martins, participavam de seminário sobre oportunidades de investimentos no Brasil, que contou com a presença de mais de 50 empresários e investidores chineses.

Tags:
Fonte:
O Popular

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário