Soja: Clima favorável e liquidação de posições especulativas ensejam modestos recuos nas cotações em Chicago

Publicado em 26/04/2010 10:19 358 exibições
Clima quase ideal no Meio-Oeste dos EUA e liquidação de posições especulativas compradas antes do fim-de-semana ensejam modesto recuo das cotações futuras de soja, em Chicago.
Clique aqui para ampliar!

Comentário:

Nesta sexta-feira, vinte e três de abril de 2010, as cotações futuras de soja relativas aos três primeiros vencimentos fecharam com perdas moderadas, na Bolsa Mercantil de Chicago (CME), conforme a tabela acima. Estima-se que nesta data os fundos de especulação tenham vendido cerca de 5.000 lotes futuros (680.000 toneladas) de soja.

Analistas e traders em Chicago identificaram como motivos para o moderado recuo das cotações futuras de soja nesta data: (a) a perspectiva de clima favorável ao plantio de milho e de soja no Meio-Oeste dos EUA; (b) a falta de interesse comprador novo, no momento em que as cotações da oleaginosa referentes ao vencimento futuro Julho/2010 atingiram o seu mais alto nível desde doze de janeiro do corrente ano; e (c) a liquidação de posições especulativas compradas de soja, em Chicago, anteriormente ao fim-de-semana, em movimento típico de realização de lucros.

O recuo só não foi mais acentuado devido a fatores de suporte ao óleo de soja - e indiretamente à própria soja em grão - também presentes durante a sessão futura desta sexta-feira. Tais fatores consistiram na intensificação global dos negócios com outros óleos vegetais que não o óleo de soja, no acentuado rally de alta ocorrido nos pregões futuros energéticos (inclusive no caso do petróleo - vide gráfico abaixo) e ia constatação de que a China e a Argentina ainda estão em plena disputa comercial. Este último aspecto tende a favorecer as exportações de óleo de soja do Brasil e dos EUA.

No início do pregão futuro de soja, o Dólar dos EUA estava firme perante as cotações de outras moedas livremente conversíveis, assim como os preços futuros de commodities energéticas estavam em queda. No decorrer da sessão futura, entretanto, o Dólar norte-americano veio a ceder e os preços futuros do petróleo (NYMEX) vieram a valorizar-se.

Clique aqui para ampliar!

Clique aqui para ampliar!


Tags:
Fonte:
SojaNet

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário