Soja: recuo em Chicago mas o mercado climático deverá dar firmeza aos preços

Publicado em 26/04/2010 22:24 387 exibições
Vencimento futuro Fechamento US$/bushel Variação Cents/bushel Equivalência em US$/saco, posto Chicago Máxima US$/bushel Mínima US$/bushel
Maio 9,98 3/4 -1,25 22,02 10,08  9,97 
Julho 10,09  -1,00 22,25 10,19  10,06 1/2
Agosto 10,05 1/2 -1,50 22,17 10,15  10,04 
Fonte: CBOT/SojaNET

Comentário

Nesta segunda-feira, vinte e seis de abril de 2010, as cotações futuras de soja relativas aos três primeiros vencimentos fecharam com perdas insignificantes, na Bolsa Mercantil de Chicago (CME), conforme a tabela acima. Estima-se que nesta data os fundos de especulação tenham vendido cerca de 1.000 lotes futuros (136.000 toneladas) de soja.

No início da sessão futura de soja nesta data em Chicago, prevaleceu o padrão positivo de continuidade de compras tecnicamente motivadas e em bom volume que havia sido registrado durante o pregão noturno. Também ocorreram compras sazonais vinculadas à incerteza climática de início de plantio e à maior fragilidade das lavouras em período de emergência, ocasião em que prêmios de risco climático são por vezes adicionados aos preços futuros da oleaginosa.

O padrão inicial de firmeza de parte dos compradores levou as cotações futuras de soja em Chicago a atingir o seu nível máximo, no recente período que durou quase quatro meses. Entretanto, sem notícias especificamente altistas pertinentes aos fundamentos de oferta e de demanda, as altas cotações iniciais deram lugar a realização de lucros de parte dos especuladores, motivando níveis de fechamento levemente negativos.

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), por sua vez informou que o total de soja norte-americana embarcada para exportação na semana passada foi de apenas 218.514 toneladas, abaixo do total da semana precedente. As previsões climáticas para o Cinturão de Milho e de Soja do citado país falam de chuvas esparsas, de leves a moderadas, neste começo de semana, porém não inclusivas de região que permanecerá seca, na parte Centro-Norte do Meio-Oeste norte-americano.

Entre a terça e o final da quinta-feira, seca adicional é prevista. Em seguida é esperado entre a sexta-feira e o fim-de-semana um sistema chuvoso de intensidade potencialmente expressiva, com duração até o início da semana seguinte, possivelmente seguido de chuvas pesadas durante a próxima semana, mas abrangendo o chamado Meio-Sul, em vez de atingir o Meio-Oeste norte-americano propriamente dito.

Tags:
Fonte:
SojaNet

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário