Ibama apreende soja produzida em reserva

Publicado em 07/05/2010 09:26 e atualizado em 07/05/2010 10:01 603 exibições
A exploração ilegal da área indígena de índios xavantes Maraiwatsede, no nordeste de Mato Grosso, volta à baila com a apreensão de 270 mil sacas de soja produzidas no local. A apreensão foi feita pelo Ibama, no município de Bom Jesus do Araguaia, distante cerca de 1.000 quilômetros de Cuiabá. Conforme o órgão, dos 5,2 mil hectares plantados com o grão na área, pelo menos 3,6 mil hectares estão dentro da terra indígena.

A apreensão é resultado da Operação Soja Pirata, iniciada em março pelo órgão e, conforme o coordenado de Fiscalização do Ibama, Rodrigo Dutra, não tem prazo para acabar.

“As áreas embargadas são terras que foram desmatadas e o Ibama detectou irregularidade. Tomamos a medida com o objetivo de recuperar a área, porém, o acordo não foi cumprido”, explicou Dutra. Segundo o coordenador, nas áreas fora da terra indígena, o Ibama autorizou a colheita para evitar o apodrecimento dos grãos. Contudo, o órgão acompanha carga a carga até o armazém onde o grão está apreendido. Nas áreas no interior da Terra Indígena a Justiça Federal também autorizou colheita, mas com acompanhamento e apreensão do grão por parte do Ibama.

Estão tramitando os devidos processos administrativos que decidirão sobre a destinação final que será dada aos grãos apreendidos.

A Terra Indígena Maraiwatsede foi pano de fundo das investigações da Polícia Federal que culminaram da prisão de 10 pessoas acusadas de grilagem na área e pistolagem, práticas desvendadas na Operação Pluma. Na ocasião, policiais militares foram responsabilizados pelos crimes, inclusive o ex-comandante geral da Polícia Militar em Mato Grosso, Adaildon de Morais Costa. A operação foi deflagrada em julho de 2009.

Autuações - De acordo com planilha atualizada com os dados das autuações, o total de áreas embargadas em Mato Grosso até abril de 2010 é de 531.075,99 hectares, sendo correspondentes a 1.881 autos de infração expedidos. O balanço das áreas embargadas no Estado foi realizado até o dia 19 de abril de 2010.

Tags:
Fonte:
Diário de Cuiabá

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário