Escassez de soja no mercado disponível e firme ação compradora provoca rally em Chicago

Publicado em 03/06/2010 21:58 888 exibições
Vencimento futuroFechamento US$/bushelVariação Cents/bushelEquivalência em US$/saco, posto ChicagoMáxima US$/bushelMínima US$/bushel
Julho9,55 +22,5021,069,58 9,38 
Agosto9,37 3/4+17,5020,679,36 9,25 
Setembro9,25 3/4+16,7520,419,23 9,12 
Fonte: CBOT/SojaNET 

Comentário

Nesta quinta-feira, três de junho de 2010, as cotações futuras de soja relativas aos três primeiros vencimentos fecharam com ganhos expressivos, na Bolsa Mercantil de Chicago (CME), conforme a tabela acima. Estima-se que nesta data os fundos de especulação tenham comprado cerca de 6.000 lotes futuros (816.000 toneladas) de soja. No mercado interno disponível os prêmios (bases) de soja física estão cada vez mais altos. A demanda de soja de safra velha (2009/2010) é muito forte e a oferta escassa, nos EUA, pois os produtores norte-americanos ainda estão ocupados com tarefas de plantio e não desejam vender o pouco de oleaginosa que carregam a preços que julgam ainda insuficientes.

As cotações futuras de soja de vencimento Julho/2010 atingiram nesta data o seu mais alto nível desde 14 de maio último. Assim como a soja em grão, o farelo de soja também se valorizou de forma notável. As cotações futuras dessas duas commodities registraram nesta data aumentos percentuais mais altos do que os incrementos dos preços futuros de óleo de soja. Por sua vez, os fundos de especulação atuaram fortemente em operações de spread: comprando lotes futuros de soja e simultaneamente vendendo lotes futuros de milho e/ou de trigo.

Os preços futuros de petróleo trabalharam em firme alta. Com respeito ao vencimento Julho/2010 (vide segundo gráfico abaixo) os respectivos preços futuros fecharam em cima do nível de resistência correspondente à média móvel de 20 dias. A barra de preços desta quinta-feira é por sua vez a segunda barra interna (internal bar), com respeito à barra de preços da sessão de terça-feira passada. Por sua vez, no primeiro gráfico abaixo, relativo ao vencimento futuro Julho/2010 de soja, é possível notar que a barra diária desta data rompeu para cima a curva de resistência relacionada à média móvel de 20 dias e continuou em alta de intenso vigor, aproximando-se da média móvel d e 50 dias. Há expectativas de que o próximo relatório mensal do USDA possa trazer dado altista (possível redução do estoque final norte-americana de safra velha).

Tags:
Fonte:
SojaNet

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário