Conab eleva safra de soja para 68,7 mi t; reduz milho

Publicado em 08/06/2010 10:51 399 exibições
A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) elevou nesta terça-feira a estimativa para a safra 2009/10 de soja para 68,7 milhões de toneladas, contra 67,9 milhões na previsão anterior.

Se confirmado, o volume representa uma alta de 20,2 por cento ante as 57,2 milhões de toneladas produzidas na temporada anterior.

De acordo com o órgão, a safra foi beneficiada por vários fatores, incluindo a antecipação do período das chuvas, principalmente nos Estados do Centro-Oeste, o que permitiu a antecipação do plantio, possibilitando o início da colheita no mês de janeiro.

A área cultivada com a oleaginosa foi estimada em 23,3 milhões de hectares, ganho de 7,4 por cento em relação a 2008/09.

Já a estimativa para a safra total de milho 2009/10 foi reduzida de 54,2 milhões de toneladas na estimativa de maio para 53,4 milhões de toneladas, devido a uma redução na previsão para o milho segunda safra.

A estimativa para a safrinha é de uma produção de 19,4 milhões de toneladas, contra 20,3 milhões estimados no mês passado e 17,3 milhões na temporada anterior.

Já a primeira safra de milho foi estimada em 34 milhões de toneladas, leve alta ante as 33,9 milhões previstas em maio e contra 33,6 milhões em 2008/09.

"Em relação ao milho segunda safra, o desenvolvimento da lavoura está normal para cultura, em quase todos os Estados produtores. No Mato Grosso e Goiás ocorreram períodos de estio, que embora pontuais causaram danos à cultura, principalmente naquelas áreas semeadas mais tarde e que se encontravam no período de floração e granação", explicou a Conab em sua nona estimativa para a safra de grãos nacional.

A área cultivada na primeira safra de milho foi de 7,8 milhões de hectares, queda de 15,3 por cento em relação ao ano anterior. Já a estimativa para a safrinha é de um plantio em 5,1 milhões de hectares, 3,9 por cento acima do registrado em 2008/09.

Trigo

A previsão para a safra 2010 de trigo foi mantida em 5,1 milhões de toneladas, leve alta contra as 5 milhões de toneladas produzidas em 2009.

Segundo a Conab, o plantio do cereal está mais adiantado no Paraná, Goiás e Minas Gerais. No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina o processo está em fase inicial.

"Embora o comportamento do mercado do trigo não seja animador para o produtor, a estimativa da safra é de que seja colhido um volume de trigo semelhante ao que ocorreu em 2009, desde que o clima se comporte favorável à cultura", disse a Conab.

A previsão é de plantio de trigo em uma área de 2,1 milhões de hectares, 12,5 por cento abaixo de 2009, já que "muitos produtores da região Sul estão migrando para lavoura de aveia, cevada e canola que apresentam melhores condições mercadológicas."

A produção de algodão foi estimada em 1,24 milhão de toneladas de pluma, ante 1,27 milhão na projeção anterior e 1,21 milhão de toneladas no ano passado.

No total, a Conab estima a safra nacional 2009/10 de grãos do Brasil em um recorde de 146,9 milhões de toneladas, o mesmo volume previsto em abril.

Se confirmada a estimativa, a produção será 8,7 por cento maior do que as 135,1 milhões de toneladas produzidas em 2008/09. O recorde anterior era da safra 2007/08, quando o país produziu 144,1 milhões de toneladas.

Tags:
Fonte:
O Globo Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário