Governo e produtores discutem a construção do Anel da Soja no Maranhão

Publicado em 14/06/2010 11:32 295 exibições
Os secretários de Agricultura, Pecuária e Pesca do Maranhão, Afonso Ribeiro, e o de Infraestrutura, Fernando Leal, se reuniram com produtores rurais do Sul do Estado, na última semana, para analisar a construção do chamado Anel da Soja.

A previsão de investimentos na obra é de R$ 175 milhões. Durante o encontro foram deliberadas medidas para garantir o escoamento da produção da soja deste ano.

O Anel da Soja é projeto de pavimentação das estradas que circundam os grandes centros produtores desse grão no Sul do Maranhão, entre os municípios de Balsas e Tasso Fragoso, facilitando o escoamento por meio das Mas 140 e MA 006.

A obra é um anseio antigo dos produtores rurais de soja, visto que o tráfego na área de produção é precário e ameaçador por conta da fragilidade das pontes de madeira. Estima-se que dessa região saem cerca de 600 mil toneladas por safra.

De acordo com Afonso Ribeiro, esse primeiro encontro serviu para o levantamento de custo que será feito tanto na elaboração dos estudos quanto na execução das obras de pavimentação, construção de pontes, entre outras ações.

“Temos como objetivo discutir os investimentos a serem feitos na obra, desde a elaboração até a execução”, explicou Ribeiro. Os trabalhos devem ser executados em etapas, com cerca de 70 km asfaltados por ano.  O trecho compreende 280 km, sendo 150 km da cidade de Balsas ao povoado da Batavo e 130 km da Batavo a Tasso Fragoso.

Apesar da complexidade da obra, durante a reunião entre o setor privado e o público, foi discutida a possibilidade de algumas melhorias que podem ser realizadas de imediato, como a planificação da pista e o reforço das pontes.

Afonso Ribeiro ressalta que a construção do Anel da Soja vai alavancar a agricultura do Maranhão. Na opinião dele, depois da obra, a safra anual produzida nesta região poderá ser elevada em até 50%.

Tags:
Fonte:
Complexo Soja

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário