Minas se prepara para o vazio sanitário da soja e do algodão

Publicado em 17/06/2010 11:54 184 exibições
No período de 28 de junho a 1º de julho, profissionais da área de defesa sanitária vegetal do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) participarão de um treinamento preparatório para fiscalização do Vazio Sanitário da soja e do algodão. O objetivo é fiscalizar 80 propriedades de algodão e 655 de soja em todo o estado, para verificar se os produtores cumprem a legislação vigente.
 
O treinamento acontecerá em Patos de Minas, região de grande concentração de lavouras da soja e do algodão.
 
De 1º de julho a 30 de setembro, é proibido o plantio de soja em território mineiro, a não ser nas áreas de pesquisa científica e de produção de sementes genéticas autorizadas pelo IMA. O objetivo é evitar que o fungo causador da Ferrugem da Soja se multiplique durante o final da entressafra. No período de 90 dias os produtores não poderão manter plantas de soja vivas.  
 
Todos os estados produtores de soja e algodão são obrigados a estabelecer o Vazio Sanitário, pois é uma exigência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
 
Já o período do Vazio Sanitário do Algodão acontece de 20 de agosto a 20 de outubro e é uma das medidas fitossanitárias para a prevenção e controle do Bicudo do Algodoeiro (espécie de besouro).  
 
Este é o primeiro ano que vai ocorrer o vazio do algodão. Em setembro de 2009, a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), através da resolução nº 1.021 estabeleceu a medida, que entra em vigor no segundo semestre de 2010. A finalidade é proteger a produção de algodão para prevenir possíveis prejuízos ocasionados pela praga. Nesse período também não pode existir nenhuma planta viva de algodão em todo o estado.
 
Segundo o diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, o período do Vazio Sanitário é de extrema importância, pois Minas, assim como outros estados, tem se destacado na produção de soja e algodão. “O controle preventivo e o combate às pragas são essenciais para garantir a competitividade desses produtos nos mercados nacional e internacional”, informa.
 
Além disso, Rodrigues Neto avalia que o Vazio Sanitário é um aliado do produtor, já que visa à prevenção de pragas e possíveis perdas nas lavouras além de uma diminuição do uso de agrotóxicos.
 
Soja e Algodão
 
De acordo com dados (referentes a maio de 2010) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em Minas, há 15.619 hectares de área destinada ao cultivo de algodão, com uma produção estimada de 57.456 toneladas. A maior parte da produção do algodão está concentrada nas regiões Norte, Noroeste e Alto Paranaíba.
 
Quanto à produção de soja, Minas Gerais é um dos maiores produtores nacional, com uma área de 1.020.281 hectares e produção de 2.926.410 milhões de toneladas (dados informados pelo IBGE – maio/2010).
 
As principais regiões produtoras no estado são Alto Paranaíba, Noroeste, Norte e Triângulo Mineiro.
Tags:
Fonte:
IMA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário