Vazio sanitário da soja entrará em vigor em mais 7 estados brasileiros

Publicado em 18/06/2010 07:44 233 exibições
O período de vazio sanitário da soja teve início esta semana no Paraná e também Mato Grosso, prevendo um intervalo de 90 dias sem cultivo da oleaginosa, de 15 de junho a 15 de setembro. A finalidade da medida é controlar a ferrugem asiática, reduzindo o aparecimento do fungo na entressafra e prevenindo o ataque precoce à soja, já que a praga não sobrevive por mais de 60 dias sem a presença da planta viva.

De acordo com o Ministério da Agricultura a medida foi instituída, há três anos, no Programa Nacional de Controle da Ferrugem Asiática, através de uma instrução normativa, que estabelece que cada estado define o período em que será aplicado o intervalo de plantio, de acordo com as suas especificidades.

Ao todo, outros sete estados produtores, além dos que já aderiram à medida, devem seguir o vazio sanitário. Em Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, São Paulo e Minas Gerais a interrupção do plantio do grão será a partir de 1° de julho. No Maranhão e Bahia, começa em 15 de agosto, com duração de 60 dias. Nos demais estados o período do vazio sanitário da soja é de 90 dias.

Durante o período instituído, o produtor da região deve eliminar todas as plantas de soja em sua propriedade, tanto aquelas cultivadas, quanto as voluntárias, que vêm da queda de sementes durante a colheita.

A iniciativa reduz a utilização de fungicidas nas lavouras de soja e retarda a chegada do fungo causador da doença. Para que se tenha uma idéia, produtores que faziam até 7 aplicações durante o ciclo de desenvolvimento da planta, passaram para uma média de até 2,5 aplicações.

Tags:
Fonte:
Complexo Soja

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário