Vendas da nova safra de soja em MT estão adiantadas, aponta Imea

Publicado em 22/07/2010 18:56 330 exibições
As vendas antecipadas de soja para a safra 2010/11 em Mato Grosso, cujo plantio começa em meados de setembro, atingiram 15,6 por cento do total que o Estado espera plantar na próxima temporada, informou o Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária), indicando que os negócios estão ligeiramente avançados em relação à mesma época do ano passado.

O índice mostra um avanço de 3 pontos percentuais em relação ao registrado na mesma época de 2009 e de 5 pontos ante a pesquisa do mês passado, segundo o instituto. Mas o superintendente do Imea, Otávio Celidonio, disse nesta quinta-feira que, embora os dados mostrem uma comercialização ligeiramente adiantada, ela não está tão rápida como nas melhores épocas, porque os preços oferecidos para a safra nova estão inferiores aos atuais.

"A margem está mais apertada (para 2010/11), mas suponho que alguns produtores estão acreditando que podem se dar melhor vendendo antes", declarou Celidonio.

Há expectativa de que os Estados Unidos colham uma grande safra em 10/11, o que pode pressionar os preços.

De acordo com cálculos do Imea, aos preços oferecidos para a próxima safra, a rentabilidade do produtor está negativa em 100 reais por hectare, contra uma média de 46 reais por hectare (positivos) estimados para 09/10, remuneração que é a pior das últimas três safras.

Diante disso, o Imea estima uma redução de área em Mato Grosso, o maior produtor brasileiro de soja, de 2 por cento, para 6,09 milhões de hectares, na comparação com o plantio recorde de 09/10.

"O pessoal que plantou em área arenosa em 09/10 e teve problema de produtividade, a gente imagina que vai reduzir a área", declarou. "Mas ainda será uma grande área, na passada foi recorde."

A avaliação do Imea, do mês passado, diverge de estimativa recente da consultoria Agência Rural, que acredita em crescimento no plantio

O Imea deve divulgar nova estimativa de safra na semana que vem.

MILHO

Já a comercialização do milho segunda safra avançou fortemente em relação à pesquisa do mês passado, de 26,4 por cento para 46,8 por cento do total que o Estado espera produzir (8,3 milhões de toneladas), e está avançada na comparação com a temporada passada, quando nesta época os produtores tinham vendido apenas 28,9 por cento da safra.

"Isso aconteceu por causa dos leilões de PEP, só o Mato Grosso negociou 2,1 milhões de toneladas (nos leilões)", declarou ele. Saiba mais em

Ele observou, entretanto, que a produtividade das lavouras que ainda não foram colhidas está caindo consideravelmente em relação ao início da colheita, por conta da seca.

O Estado ainda precisa colher cerca de 20 por cento de seu milho.

O Imea estima uma safra de 8,3 milhões de toneladas de milho, mas esse número deve cair na próxima estimativa, da semana que vem.

Tags:
Fonte:
O Globo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário