Soja espera números do USDA e fecha o dia em baixa em Chicago

Publicado em 09/09/2010 15:15 e atualizado em 09/09/2010 17:10
702 exibições
A soja encerrou a sessão diurna em queda na sessão diurna desta quinta-feira na Bolsa de Chicago. Os preços recuaram levemente na CBOT a espera dos números do relatório mensal de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) que será divulgado nesta sexta-feira (10). Segundo expectativas do mercado, o boletim deve trazer uma redução nos estoques finais tanto de soja quanto de milho.

O mercado, segundo o analista de mercado Ricardo Lorenzet, da XP Agro, já está bem precificado frente a este relatório, apresentando bons patamares de preços, com ganhos significativos. Entretanto hoje trabalha um pouco mais pressionado apresentando uma realização de lucros dessa movimentação. 

“O USDA tem como característica ser bastante conservador. Embora a produtividade possa ser menor do que o esperado, o departamento não deve fazer isso em um relatório só e aos poucos deve ir reduzindo essa estimativa [de produtividade]. O mercado visualizando esse mercado excessivamente comprado trabalha em realização. A combinação desses fatores é que desencadeou esse movimento”, afirma Lorenzet.

A notícia de uma incerteza do governo chinês em aceitar ou não operações de negócios futuros em seu território também provocou um impacto negativo nos preços. 

Ainda segundo o analista, apesar do recuo visto hoje, o cenário macro para a soja se mantém favorável, assim como para as demais commodities agrícolas. A demanda mundial se mostra bastante firme e aquecida e fatores como o La Niña podendo atingir a safra sul americana e as expectativas de redução na produtividade nos Estados Unidos ainda dão suporte às cotações da oleaginosa.

No fechamento do pregão, o setembro encerrou valendo US$ 10,37 com queda de 3,50 e o novembro a US$ 10,46 caindo 2,75 cents.

Veja a entrevista com  Ricardo Lorenzet, analista da XP Agro, sobre o mercado da soja nesta quinta-feira.
Tags:
Fonte: Redação NA

0 comentário