Possíveis geadas na China deram sustentação à soja, que fechou em alta na CBOT nesta segunda-feira

Publicado em 21/09/2010 07:20
465 exibições
A onda de frio que ameaça as lavouras na China fez com que os preços da soja subissem ontem para o patamar mais alto em 15 meses na bolsa de Chicago. Os contratos com vencimento em janeiro terminaram o dia cotados a US$ 10,945 por bushel, valorização de 16,25 centavos de dólar. Segundo a Bloomberg, depois das chuvas terem atrasado o plantio no noroeste chinês, as baixas temperaturas que atingem a região ameaçam a qualidade das lavouras de soja do país. Com isso, analistas consideram que os chineses poderão importar mais soja, principalmente dos Estados Unidos. No mercado interno, os preços também subiram. Em Rondonópolis (MT), a saca de soja foi cotada ontem a R$ 40,30, valorização de 0,8% segundo informações do Imea.
Tags:
Fonte: Valor Econômico

Nenhum comentário