Mercado de grãos opera pressionado em Chicago a espera de dados do USDA

Publicado em 06/10/2010 14:03
622 exibições
Depois dos fortes avanços registrados na última terça-feira, a soja opera em queda na sessão diurna da Bolsa de Chicago nesta quarta-feira. A falta de notícias que impulsionem o mercado e a alta do dólar pressionam os preços.

Além disso, os analistas afirmam que o mercado ainda se mostra na defensiva a espera dos dados do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) que devem mostrar estimativas de produção e produtividade recordes em seu relatório mensal. Paralelamente, o clima contribui para o avanço da colheita no país.

O milho também opera em baixa depois do avanço de 4%. Assim como a soja, o mercado do cereal também está aguardando os números do USDA. Os analistas acham difícil que o departamento divulgue números positivos, já prevendo uma queda na estimativa da produção.

Influenciado pelo milho, os futuros do trigo trabalham em terreno misto. A movimentação é resultado da falta de notícias sobre demanda.  "Os mercados de trigo estão
desesperados por notícias otimistas e continuam seguindo o milho", afirmou John Roach, presidente
da Roach Ag Marketing.

A soja para o vencimento novembro, às 14h21 (horário de Brasília), opera a US$10,65 por bushel perdendo 6,75 cents e o maio a US$10,86 por bushel com queda de 7,50 cents. Já o milho, vencimento, vale US$4,88 por bushel recuando 2,25 cents e para março US$4,99 perdendo 2,50 cents. O trigo, vencimento dezembro, vale US$6,58 perdendo 5 cents e o março a US$6,93 por bushel perdendo 5 cents. 
Tags:
Fonte: Redação NA

Nenhum comentário