Área de soja na Argentina pode ser reduzida em 1,3%. Para o milho, aumento de 14%

Publicado em 07/10/2010 15:56
442 exibições
A Bolsa de Cereais de Buenos Aires informou em um relatório nesta quinta-feira que os produtores argentinos estimam uma redução na área dedicada ao plantio da soja para 18,7 milhões hectares na safra 2010/11. Trata-se de um recuo de 1,3% em relação ao ciclo anterior.

"No entanto,a soja continua sendo a mais importante safra em toda a região", afirmou a bolsa.

Para o trigo, a Argentina espera produzir pelo menos 11,3 milhões de toneladas na temporada 2010/11 graças a chuvas inesperadas que chegaram ao cinturão do trigo no país.

"O volume pode exceder a expectativa caso o clima seja favorável durante os estágios críticos entre o plantio e a colheita", dizia o relatório.

As estimativas da Bolsa de Buenos Aires apontam 4,27 milhões de hectares dedicadas à produção do cereal com uma produtividade média estimada em 2.7 toneladas por hectare.

Quanto ao milho, os produtores plantaram cerca de 40,3% dos 3 milhões de hectares dedicados à safra recorrente.

A área do grão na Argentina é 14% maior do que na temporada 2009/10, quando a produção alcançou as 22,5 milhões de toneladas, resultado da precipitação estável que atendeu as regiões produtoras e aumentou os rendimentos.

Com informações da Dow Jones
Tags:
Fonte: Redação NA

Nenhum comentário