Brasil estima nova safra de soja entre 67,6 mi t e 68,9 mi t

Publicado em 08/10/2010 08:09
405 exibições
A nova safra de soja do Brasil (2010/11) deverá ficar entre 67,6 e 68,9 milhões de toneladas, indicou o Ministério da Agricultura no primeiro levantamento para a nova temporada de grãos do país, divulgado nesta quinta-feira (7). No safra anterior, beneficiada por amplas chuvas, o Brasil havia colhido o volume recorde de 68,7 milhões de toneladas de soja.

O mercado, de maneira geral, espera por uma produção de soja mais próxima do piso indicado pelo governo, de acordo com compilação feita pela Reuters com base em projeções divulgadas por analistas independentes.

O relatório, produzido pela estatal Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), projetou o volume total de milho em 2010/11 entre 51,8 e 52,4 milhões de toneladas, contra 56 milhões de toneladas em 2009/10.

A Conab salientou que o atraso verificado no plantio da nova safra de soja no Centro-Oeste, devido à falta de chuvas, poderá prejudicar o cultivo da segunda safra de milho na região, que pode ficar com uma janela estreita.

"Este atraso causa preocupação ao produtor, pois o plantio realizado mais cedo, ou dentro da época normal, proporciona a colheita a partir dos primeiros dias de janeiro, permitindo desta forma, o plantio do milho 2a safra (safrinha) dentro do período mais recomendado, situação que não está acontecendo neste ano."

O fenômeno climático La Niña está provocando um padrão mais seco nas principais regiões de cultivo do Brasil até o momento, situação que pode se manter para os próximos meses, com potencial de reduzir a produção.

A safra de trigo 2010 foi mantida em 5,4 milhões de toneladas, inalterada ante setembro. Em 2009, o Brasil produziu 5 milhões de toneladas de trigo. O relatório indicou que a produção de algodão deverá crescer, como previsto, devido aos preços favoráveis no mercado internacional.

Segundo a Conab, a produção de algodão em pluma em 2010/11 deverá ficar no intervalo entre 1,56 e 1,65 milhão de toneladas, ante volume de 1,2 milhão de toneladas em 2009/10.

"Esta primeira estimativa de intenção de plantio para a safra 2010/11 indica incremento de 21,9 a 29,1 na área plantada com algodão no país. A referida elevação está relacionada sobretudo ao crescimento da demanda externa, notadamente na China e Índia e as altas cotações do produto nos mercados internos e externos, influenciado pela redução dos estoques das últimas quatro safras
A safra total de grãos do país foi prevista entre 145,7 e 147,9 milhões de toneladas, ante 148,8 milhões de toneladas na temporada anterior.

O levantamento indica uma área total entre 47,3 e 48 milhões de hectares, ante 47,4 milhões de hectares na temporada anterior.

Clima

O relatório comentou a questão climática e eventuais dificuldades para os próximos meses.

"O prognóstico para os próximos três meses indica uma maior probabilidade das precipitações ocorrerem abaixo da média em boa parte da região centro-sul. Os maiores desvios negativos deverão ocorrer nos três Estados do Sul e, dependendo da distribuição das chuvas, poderão prejudicar, principalmente, os cultivos de verão", disse a estatal.

"No Rio Grande do Sul poderá haver ainda impactos negativos às culturas de inverno, que hoje se encontram em estágio menos avançado de desenvolvimento", acrescentou o documento. O levantamento foi feito entre 19 e 25 de setembro, envolvendo 50 técnicos da Conab. Para as projeções, foram utilizadas médias de produtividades das culturas nos últimos cinco anos, com a exclusão de anos atípicos.

Tags:
Fonte: Reuters

Nenhum comentário