Soja e Milho encerram em alta na CBOT nesta segunda-feira

Publicado em 11/10/2010 14:29 e atualizado em 11/10/2010 16:39
1041 exibições
A soja encerrou em forte alta nesta segunda-feira na Bolsa de Chicago. Os preços porém rgistraram ganhos mais modestos que os de sexta-feira - que foram de 70 pontos - por conta de uma movimentação de realização de lucros.

Os preços encontraram sustentação não só nos dados de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos)- a safra norte-americana será 2,2% menor do que o estimado em setembro - mas mas também no clima seco, principalmente no Brasil, que atrasa o plantio e compromete a produtividade nas lavouras do país.

O clima seco que atinge o Brasil e os EUA pode reduzir os estoques nos dois principais países produtores da oleaginosa. Segundo o  T-Storm Weather LLC, em Chicago, as condições climáticas na região central do Brasil durante os próximos cinco dias irá atrasar ainda mais o plantio da oleaginosa.

O mercado está se ajustando a uma safra norte-americana menor. E a seca continua a comprometer o tempo de plantio em algumas partes da América do Sul, disse o diretor da Archer Financial Services Inc, de Chicago, Greg Grow.

Os preços registraram alta de 7,4% na última semana, o maior ganho em um ano. Na última sexta-feira, as cotações tiveram alta de 70 pontos, o limite de alta.

>> Veja como ficaram as cotações da SOJA

O milho também encerrou em alta depois de alcançar seu limite de alta registrando 45 pontos de ganho e recuando menos do que a soja.

A briga por área entre a oleaginosa e o cereal também funciona como fator de suporte para as duas commodities.

>> Veja como ficaram as cotações da MILHO

Com informações da Bloomberg
Tags:
Fonte: Redação NA

Nenhum comentário