MT: 418 mil hectares de soja cultivados

Publicado em 18/10/2010 07:33
282 exibições
Com o plantio de soja liberado há um mês, após o fim do Vazio sanitário em 15 de setembro, a sojicultura estadual ainda patina em função da falta de chuvas no Estado. Comparando os hectares semeados no mesmo período do ano passado com o volume atual, pode-se dizer que a safra 10/11, em Mato Grosso, está atrasada em 416 mil hectares (ha).

Conforme novo levantamento de plantio divulgado na sexta-feira (15) pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), os trabalhos no campo avançaram bastante em relação à semana passada, porém, de uma estimativa de 6,24 milhões ha, apenas 418 mil estavam cultivados até a última quinta-feira, ou, 6,7% da área. Na semana passada o plantio abrangia 1,7%. Na comparação com o mesmo período de 2009, quando a semeadura ocupava 22,4% dos 6,22 milhões cobertos no ciclo 09/10, há um abismo de 15,7 pontos percentuais. No ano passado 1,39 milhão ha estavam semeados, uma diferença de 416 mil. O período chuvoso no Estado não chegou em sua totalidade. As precipitações são esparsas e de pouco volume e isso vem inviabilizando a safra 10/11.

A novidade deste levantamento é que as regiões noroeste e nordeste que não haviam cultivado nenhum hectare deram o star da nova safra nesta semana. As regiões oeste, médio norte e centro sul são as mais adiantadas, com 9%, 8,6% e 8,3% da área cultivada com a oleaginosa, sendo a médio norte a de maior importância, já que concentra sozinha cerca de 40% de toda soja produzida no Estado, ou 2,46 milhões dos 6,24 milhões há estimados para o atual ciclo. O avanço dos trabalhos nos municípios não passa de 15% da área, porém, Sorriso com 600 mil ha chama a atenção por estar com 12% da área semeada, ou 72 mil ha.
Tags:
Fonte: Diário de Cuiabá

Nenhum comentário