Ferrugem asiática: Embrapa registra 1º caso desta safra no PR

Publicado em 13/12/2010 06:52 e atualizado em 13/12/2010 10:17 1220 exibições
O surgimento de doenças preocupa os produtores de soja. O Consórcio Antiferrugem da Embrapa registrou o primeiro caso de ferrugem asiática em lavouras de soja desta safra numa propriedade do Paraná, no dia 25 de novembro. Atualmente, a ferrugem já está confirmada também em Goiás e em Mato Grosso do Sul.

Com a chuva frequente e o calor as plantas têm se desenvolvido rapidamente, mas esta combinação apropriada para a cultura pode esconder um perigo: o ataque do fungo da ferrugem na parte baixa das folhas.

Com a chegada da ferrugem asiática nas lavouras de Mato Grosso do Sul, muitos produtores estão preocupados em fazer logo a aplicação de fungicida. Mas é preciso ficar atento a recomendação técnica para não desperdiçar o produto.

O agricultor João de Oliveira cultivou 30 hectares de soja em Dourados, no sul do estado. Ele segue a risca as orientações dos técnicos. Está com um olho no céu e outro nos bicos do pulverizador. Quer deixar o equipamento pronto para iniciar a aplicação.

A boa notícia no campo é que para aplicar o fungicida contra a ferrugem o produtor deve gastar menos em comparação ao ano passado. Pelo levantamento da Embrapa de Dourados, o custo por hectare este ano está em R$ 37,80. São R$ 6 a menos que na safra 2009/2010.

No ano passado, foram registrados 2,37 mil casos de ferrugem da soja. “Apesar do pequeno atraso no surgimento da doença, toda lavoura de soja deve ter a presença da ferrugem. Além de ser muito agressiva, a doença se disseminada muito rapidamente, principalmente com a condição de chuvas frequentes que temos nas últimas semanas. Pelo menos duas ou três vezes por semana, o produtor deve vistoriar a lavoura. Isso significa caminhar pela lavoura procurando pela ferrugem nas folhas do baixeiro”, alertou Alexandre Roese, agrônomo da Embrapa.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário