Notícias Agrícolas presente na festa da colheita da soja em Tupanciretã (RS)

Publicado em 28/03/2011 17:49 e atualizado em 28/03/2011 20:08 1038 exibições


Mesmo debaixo de chuva forte, a expectativa de colher uma das melhores safras dos últimos anos fez com que o clima de otimismo tomasse conta dos produtores, na abertura oficial da colheita da soja no Estado, que ocorreu no sábado em Tupanciretã (RS). A cidade é a maior produtora de soja no Estado, com 140 mil hectares plantados. Com uma produtividade média superior a 2,5 mil quilos por hectare no Estado (50 sacas), segundo a Emater, os agricultores celebram também o bom preço da oleaginosa no mercado internacional. O evento debaixo de chuva mostrou a dura vida do produtor de alimentos deste pais.

 Aos poucos os produtores vencem mais um desafio: a estrada que liga a cidade de Tupanciretã, região central do estado, para chegar até a fazenda Mugnol, de propriedade do sr.  Armindo Mugnol. A lama é um obstáculo a mais, que se forma ao longo dos 30 kilometros da rodovia RS 392, principal estrada usada para escoar a produção do maior município produtor de soja do Rio Grande do Sul. 

 

soja 3

 Para chegar à fazenda Mugnol a equipe do Notícias Agricolas precisou pegar carona e ir de caminhonete com o engenheiro agrônomo e vice presidente do sindicato rural de Tupanciretã, Almir Rabelo. Na lama, a tração nas quatro rodas é fundamental, sem ela fica impossível atravessar a estrada de Tupâciretã. No meio da estrada encontramos um caminhão que não consegue avançar, carregado com uma máquina colheitadeira que precisa passar por reparos. A imagem retrata bem o dia dia dos produtores deste pais. A falta de investimentos em logística trazem complicadores para o setor. 

 

soja 2

Além de comemorar a super-safra, a solenidade serviu para os agricultores reivindicarem por melhores estradas para o escoamento do grão. O governador do Estado, Tarso Genro (PT), participou do evento.
Tarso não esteve no ato solene de abertura. Como chovia forte, o helicóptero do governador teve de pousar na Base Aérea de Santa Maria, e o deslocamento até Tupanciretã teve de ser feito de carro.
Apesar do atraso, Tarso conseguiu estar presente no almoço com produtores e autoridades. Na solenidade, os produtores pediram melhorias na RS-392, no trecho de 45 quilômetros de estrada de chão, por onde é transportado cerca de 1 milhão de tonelada de soja por ano, conforme explica Almir Rabelo,  do Clube Amigos da Terra.

 No evento que reuniu mais de 500 produtores da região o prefeito Luiz Adolfo Dias,(PMDB) apresentou ao governo do estado  as reividicações, com pauta principal para a espera dos produtores de soja da região, que desde 1947 aguardam o asfalto. Para os produtores é preciso urgente olhar a realidade: Se aqui (RS-392) fosse asfaltado, a gente economizaria 50% no consumo de combustível – disse o presidente do clube, Almir Rebelo. 

 A chuva frequente na região Noroeste do Rio Grande do Sul tem garantido altos rendimentos até agora. A qualidade está excelente.
Essa safra promete ser a maior safra e a melhor safra dos últimos seis anos e os preços também estão relativamente bons – disse o produtor Armindo Mugnol, que junto com o filho enfrentou a forte tempestade para ligar as colheitadeiras e festejar a produção. A previsão para o estado é 10 milhões de toneladas, de acordo com o secretario adjunto da agricultura, Claudio Fioreze, que também participou do evento, explica que os números podem ser superado em 11 milhões de toneladas, retomando a cadeia produtiva da soja. 

 O governador Tarso Genro que não conseguiu chegar até a propriedade, participou de um almoço. Segundo ele, a meta é retomar as obras das estradas no Rio Grande do Sul que ficaram pendentes ainda este ano, para garantir o escoamento da safra.

 Conforme levantamento divulgado pela Emater na última quinta-feira, dia 24, 24% da área de Passo Fundo já foi colhida, e 38% das lavouras estão em ponto de colheita na região. A colheita dos grãos está em estágio avançado no Rio Grande do Sul. De acordo com a Emater, 40% das lavouras do arroz já foram colhidas. O milho teve 51% da área plantada colhidas. 

 


 

 

soja

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário