Com clima adverso e recuo do dólar, soja opera com forte alta

Publicado em 20/04/2011 11:33 e atualizado em 20/04/2011 14:33 1434 exibições
Os grãos continuam registrando boas altas na Bolsa de Chicago. Nesta quarta-feira, a soja fechou o pregão noturno com quase 15 pontos de alta, caminhando na esteira do bom momento do milho e principalmente do trigo. Já no início do pregão diurno, por volta de 12h08, os preços registravam altas de mais de 25 pontos.
 
Ambos continuam encontrando sustentação nos problemas climáticos dos Estados Unidos. O milho sofre com o tempo frio e úmido que atrasa o plantio e as lavouras de trigo de inverno penam diante de uma severa estiagem que certamente afetará seus níveis de produtividade.  

A China, o Canadá e alguns países da Europa também enfrentam um clima adverso para o trigo e isso colabora para as expressivas altas dos preços.

Paralelamente aos fatores climáticos, o forte recuo do dólar age como catalisador do avanço dos grãos na CBOT, uma vez que torna as commodities agrícolas mais atrativa para os investidores.

"Até que o dólar continue fraco e o fluxo especulativo ativo, a soja tende a manter a solidez mesmo diante de uma demanda fraca de curto prazo", explica Ricardo Lorenzet, analista de mercado da XP Investimentos.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário