Soja, milho e carne impulsionam exportações de Mato Grosso

Publicado em 13/06/2011 12:06 251 exibições
As exportações mato-grossenses cresceram 8,87% no acumulado janeiro a maio, na comparação com o mesmo período de 2010. Entre uma época e outra, a comercialização de diferentes produtos, principalmente aqueles oriundos do agronegócio, avançaram de US$ 3,7 bilhões a US$ 4,1 bilhões. A soja, milho e carne foram os principais itens destinados ao mercado internacional. Já a importação estadual - isto é, aquilo que as indústrias do Estado compraram - recuou: 61,8%, saindo de US$ 1 bilhão em 2010 a outros US$ 642,1 milhões neste ano.

O desempenho da balança comercial mato-grossense tornou-se, nestes cinco primeiros do ano, um dos melhores do país, ao lado de Estados como Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro e Espírito Santo. As respectivas unidades contabilizaram os maiores saldos positivos na balança comercial, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Para Mato Grosso, o superávit na balança comercial atingiu US$ 3,469 bilhões) entre janeiro a maio. Tal situação tornou-se possível porque os valores em dólares das importações foram menores aqueles registrados na venda diretamente de produtos aos diferentes países e blocos econômicos. O melhor resultado ficou com Minas Gerais (US$ 10,483 bilhões), seguida pelo Pará (US$ 5,790 bilhões) e Rio de Janeiro (US$ 3,727 bilhões). Posterior à Mato Grosso, apareceu o Espírito Santo (US$ 1,856 bilhão).

Na contramão dos números positivos, São Paulo (US$ 10,770 bilhões), Amazonas (US$ 4,603 bilhões), Santa Catarina (US$ 2,198 bilhões), Pernambuco (US$ 1,366 bilhão) e Maranhão (US$ 806 milhões) tiveram os saldos mais deficitários, conforme o MDIC.

Vendas
Em cinco meses a China foi o país que mais adquiriu produtos de origem mato-grossense. Para este país foram exportados US$ 1,4 bilhão, resultado 2% superior na comparação com o mesmo período do ano passado. A Holanda absorveu a segunda maior parcela de produtos: US$ 459,1 milhões e a Espanha (US$ 245,1 milhões) a terceira.
Tags:
Fonte:
Só Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário