Cerca de 20% da safra 2011/2012 de soja já foi comercializada

Publicado em 10/08/2011 18:15 577 exibições
O plantio da nova safra de soja deve começar entre setembro e outubro deste ano. Com os preços em alta, pelo menos 20% do que será plantado no Brasil já foi comercializado. Especialistas dizem que nem mesmo a crise internacional vai comprometer este ritmo do mercado.

A crise preocupa muito mais o mercado financeiro que o agrícola, garantem os analistas. No mercado de soja, pelo menos dois fatores sustentam esta análise: os baixos estoques mundiais e as incertezas sobre a safra dos Estados Unidos.

– Apesar da oscilação, as commodities de soja não foram afetadas – diz Marcos Sebastião, corretor de grãos.

A situação do mercado mundial favorece o ritmo de vendas, diz o pesquisador do Cepea Lucilio Alves. Da safra 2010/2011, 80% da soja colhida no Brasil já foi comercializada. Para 2011/2012, 20% do que ainda não foi plantado, também já está comprometido. O preço, melhor do que há um ano, justifica este comportamento.

Os números de duas regiões produtoras exemplificam a situação. Na praça de Cascavel, no Paraná, em julho do ano passado a saca era vendida a R$ 33,93 e em julho deste ano, chegou a  R$ 40,15. Já no Centro-Oeste, a produção de Sorriso, em Moto Grosso, passou de R$ 29,27 em julho de 2010 para R$ 35,89 no mês passado.

– Em termos de cotações, os preços hoje estão cerca de 20% maiores nos mercados nacional e internacional em relação a 2010. Então, é sim um momento de aproveitar e tentar antecipar um pouquinho as vendas da safra 2011/2012 – observa Lucilio Alves.

O preço está melhor e a rentabilidade também. O produtor está ganhando também na relação com o custo. Até mais que em outras culturas.

– Se nós pegarmos o preço dos insumos de julho com venda de toda a produção em julho, a remuneração chega a 60% sobre os operacionais. Já supera, inclusive, a rentabilidade do algodão, por exemplo, que há três meses era uma das melhores em termos de Brasil – declara Lucilio Alves.

Tags:
Fonte:
Canal Rural

0 comentário