Relatório irá mostrar emissões de CO2 da soja em MT

Publicado em 19/08/2011 09:34 e atualizado em 19/08/2011 10:05 318 exibições
A Aprosoja apresentará na próxima semana relatório de quantificação das emissões dos gases do efeito estufa (GEE) das propriedades de soja de Mato Grosso. As informações irão mostrar os impactos ambientais resultantes de processos produtivos na safra 2010/11 de soja. A ação tem por objetivo desenvolver políticas sustentáveis, visando a redução desses gases no meio ambiente. Ao todo, 107 propriedades foram mapeadas.

No último levantamento – safras 2007/08 e 2008/09 – avaliou-se uma área total de 112 mil hectares de soja, nas regiões Leste, Norte, Oeste e Sul do estado. Os dados utilizados como fonte foram os levantamentos realizados pela equipe do Projeto Referência, programa de gestão rural e benchmarking desenvolvido pela Aprosoja desde 2007. Foram estimadas as emissões de GEE devido à utilização de combustíveis, fertilizantes, calcário, defensivos agrícolas, sementes, energia elétrica e decomposição de restos culturais da soja.

O coordenador da Comissão de Sustentabilidade Socioambiental da Aprosoja, Ricardo Arioli, afirma que o mercado consumidor está cada dia mais exigente, buscando produtos resultantes de processos mais “limpos”, com o mínimo impacto ambiental, sobretudo no que se refere à emissão de gases do efeito estufa. O objetivo do estudo foi avaliar as principais fontes de GEE e calcular a “pegada de carbono” da produção de soja no estado.

O relatório está em sua terceira edição. O material é desenvolvido pela empresa Delta CO2 Sustentabilidade Ambiental, com sede em Piracicaba, no interior paulista.

Tags:
Fonte:
Aprosoja

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Roberto Carlos Maurer Almirante Tamandaré do Sul - RS

    Talvez eu tenho entendido erado a matéria, tomara, pois se for verdade querem medir a emissão de gases em propriedades, será que esperam pegar o burro pelo rabo. medir gases em cidades ainda vai,pois os grandes poluentes são as grandes cidades e o governo; dele incentivar a produção de carros. Agora medir quanto uma plantação de soja, milho etc.tira de co2 por hectare então estaria certo.Bom as pessoas do lugar devem saber, e fazer as devidas observações desde relatorio muito estranho pra mim.

    0