Soja: Após o vazio sanitário, a falta de chuva faz o produtor esperar

Publicado em 20/09/2011 08:09 369 exibições
NO PÓ NÃO DÁ: Com o produtor aguardando qualquer nuvem cirrus, que indica uma mudança de tempo, foi dada a largada para o plantio da soja para a safra 2011/12 na última quinta-feira, 15, num momento pouco favorável para o desenvolvimento da cultura. A falta de umidade no solo e a ausência de qualquer indicativo de chuva até o final do mês inibem qualquer trabalho no solo tórrido apresentado atualmente, praticamente em todas as áreas agrícolas. O interesse é muito grande em plantar o mais rápido possível, pois a 2ª safra passa a ter o mesmo peso da primeira, devido ao alto rendimento produtivo e desempenho financeiro que o milho vem adquirindo ao longo das safras. Obedecendo às regras impostas pela natureza, o correto a se fazer neste momento é esperar uma cadência normal das chuvas, para evitar qualquer trabalho extra que onere o produtor no final da safra.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte:
Imea

0 comentário