Unica: Vendas de etanol hidratado crescem em agosto, mas seguem abaixo dos níveis de 2011

Publicado em 11/09/2012 14:09 569 exibições
As vendas de etanol pelas unidades produtoras da região Centro-Sul do Brasil, em ritmo lento desde o início da safra 2012/2013, apresentaram sensível recuperação na segunda metade de agosto, atingindo 1,15 bilhão de litros, crescimento de 7,62% em relação à mesma quinzena de 2011.

No mercado doméstico, as vendas de etanol hidratado alcançaram 548,14 milhões de litros nos últimos 15 dias de agosto, ante 477,79 milhões de litros observados na primeira quinzena daquele mês. Comparando-se o volume comercializado diariamente, este saltou de 27,80 milhões de litros por dia na primeira metade de julho, para 34,26 milhões de litros na última quinzena de agosto, alta de 23,25%.

Para o presidente interino da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Antonio de Padua Rodrigues, “apesar deste avanço, ainda estamos em um patamar de vendas inferior aquele registrado em 2011”. De fato, o montante comercializado de etanol hidratado no mercado interno somou 1,03 bilhão de litros em agosto, 12,60% superior aquele apurado no mês precedente, mas ainda 13,67% abaixo do valor verificado em agosto de 2011.

“Isso porque parte dos consumidores ainda não percebeu que o etanol já é mais competitivo que a gasolina em várias regiões do País”, acrescentou o executivo.

De fato, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em maio, a relação entre os preços praticados nos postos de combustíveis para o etanol hidratado e a gasolina no Estado de São Paulo totalizou 70%. Este percentual reduziu-se progressivamente nos meses subsequentes, atingindo 66% na última semana de agosto. Comportamento semelhante foi observado no Paraná, Goiás e Mato Grosso, onde a paridade entre os preços ao consumidor do etanol hidratado e da gasolina atingiu 63% na mencionada semana.

Em relação ao etanol anidro, as vendas na última quinzena de agosto aumentaram 30,73% quando comparadas àquelas observadas no mesmo período da safra 2011/2012, somando 476,73 milhões de litros. Deste total, 322,05 milhões de litros destinou-se ao mercado doméstico, quantia ligeiramente inferior aos 339,80 milhões de litros verificados na mesma quinzena de 2011. “Contudo, este comportamento é natural, pois o percentual de adição obrigatória do produto à gasolina era de 25% no ano passado, contra 20% atualmente vigente”, explica o executivo da UNICA.

No tocante ao acumulado de abril até 31 de agosto, o volume comercializado somou 8,71 bilhões de litros, dos quais 3,70 bilhões de litros de etanol anidro e 5,01 bilhões de litros de etanol hidratado. Deste total, 1,32 bilhão de litros destinaram-se às exportações e 7,39 bilhões de litros ao mercado interno.

Moagem de cana-de-açúcar

A quantidade de cana-de-açúcar processada pelas unidades do Centro-Sul do País segue em expansão: totalizou 46,50 milhões de toneladas na segunda metade de agosto, contra 40,72 milhões de toneladas na mesma quinzena de 2011. No acumulado desde o início da safra 2012/2013 até 31 de agosto, a moagem atingiu 307,60 milhões de toneladas, ainda 9,40% inferior àquela observada no mesmo período da safra 2011/2012.

Produção

Do total de cana-de-açúcar moída desde o início desta safra até 31 de agosto, 50,84% destinou-se à produção de etanol. Nos últimos 15 dias de agosto, este percentual alcançou 48,41%.

Como reflexo, nesta quinzena a produção de etanol somou 1,92 bilhão de litros, sendo 1,07 bilhão de litros de etanol hidratado e 857,38 milhões de litros de etanol anidro. “Nesta quinzena, batemos novamente o recorde de produção de etanol anidro das últimas quatro safras”, destacou Rodrigues.

A fabricação de açúcar, por sua vez, somou 3,34 milhões de toneladas na última metade de agosto, contra 2,97 milhões de toneladas em igual período 2011.

No acumulado desde o início da safra 2012/2013 até 31 daquele mês, as produções de açúcar e etanol seguem inferiores àquelas apuradas no mesmo período do ano anterior. A fabricação de açúcar alcançou 18,66 milhões de toneladas, contra 20,44 milhões de toneladas na safra 2011/2012. A produção de etanol totalizou 11,88 bilhões de litros, dos quais 4,55 bilhões de litros de etanol anidro e 7,34 bilhões de litros de etanol hidratado.

Qualidade da matéria-prima

A quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de cana-de-açúcar na última quinzena de agosto alcançou 146,04 kg, 3,62 kg abaixo do valor apurado no mesmo período de 2011.

No acumulado desde o início desta safra, a concentração de ATR totalizou 129,49 kg por tonelada de matéria-prima, contra 132,56 kg obtidos no ano passado.

Fonte:
Unica

0 comentário