Setor sucroalcooleiro pode não ter números recordes na safra

Publicado em 04/07/2013 11:44 392 exibições
Clima chuvoso pode ser o fator de desvantagem para a produção de cana.

De acordo com produtores da região, o estado do Paraná, por exemplo, foi atingido por 32 dias de chuvas. “Em São Paulo, esse total foi menor, mas não raro já se ouve falar de uma moagem que dificilmente atingirá as 580 milhões de toneladas. Vamos acompanhar atentamente esses números, embora ainda mantenho inalterada a previsão de 578 milhões de toneladas divulgada no inicio do mês”, afirma Arnaldo Corrêa, gestor de riscos em commodities agrícolas e diretor da Archer Consulting.
 
Segundo Corrêa, com a perspectiva de mais anidro sendo produzido é razoável pensar que haverá menor disponibilidade de açúcar branco. “Os reflexos dessa percepção serão vistos na melhora do prêmio de branco ou pelo menos na sua manutenção. Para se ter uma ideia, o valor em reais por tonelada, pela simples conversão de fechamento de NY e câmbio, na quarta-feira da semana passada, alcançou R$ 869,12 a maior desde 15 de janeiro deste ano”, completa.
 
As usinas, por sua vez, aproveitaram o câmbio melhor e fixaram bem seus açúcares. “É o tal negócio, a volatilidade de NY em reais é mais baixa do que em centavos por libra. Ou seja, a recomendação para as usinas é sempre fazer o câmbio do açúcar fixado a menos que tenha passivos em dólares”, aconselha Arnaldo.

Fonte:
Archer Consulting

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário