Etanol produzido do bagaço da cana é vendido no país pela primeira vez

Publicado em 18/12/2014 07:05 159 exibições

A empresa do setor sucroenergético Raízen iniciou em Piracicaba (SP) a produção do etanol celulósico, biocombustível obtido a partir de bagaço e palha da cana-de-açúcar. Na quarta-feira (17), a empresa forneceu 200 mil litros do chamado etanol 2G a um posto de combustível da cidade. Esta é a primeira vez que o produto é comercializado no país.

A fábrica custou R$ 237 milhões, com parte dos recursos vindos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Com capacidade de geração de 40 milhões de litros por ano, a unidade é a primeira no país construída especificamente para esse fim e entrou em operação no fim de novembro.

A planta construída no município é integrada à Unidade Costa Pinto, também do grupo, e integra um projeto que prevê a inauguração de outras sete fábricas até 2024, todas próximas a unidades de produção de primeira geração já existentes. A Raízen não revelou onde serão as próximas fábricas do novo etanol.

Veja a notícia na íntegra no site do G1 Piracicaba e Região

Fonte:
G1 Piracicaba e Região

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário