Indústrias Centro-Sul vendem recorde de hidratado para o mês em janeiro, diz Unica

Publicado em 12/02/2019 12:01
51 exibições

LOGO REUTERS

As vendas domésticas de etanol hidratado por usinas do centro-sul do Brasil alcançaram 1,83 bilhão de litros em janeiro, recorde para o primeiro mês do ano e 32,4 por cento acima do observado em igual momento de 2018, informou nesta terça-feira a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica).

A comercialização denota a ainda firme competitividade do biocombustível ante a gasolina, com suas vendas mostrando força mesmo em plena entressafra de cana, um sazonal período de produção e preços mais altos para o álcool.

"Para o mercado brasileiro, esse volume vendido é surpreendente se considerarmos que ele supera em 2,16 por cento o montante comercializado em dezembro e, mais importante, que em janeiro historicamente se registra queda média de 13 por cento no consumo total de combustíveis leves", disse em nota o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.

De acordo com ele, "o mercado de etanol hidratado aquecido durante a safra refletiu a alta competitividade do renovável frente a gasolina na maior parte do mercado consumidor, inclusive nas localidades onde a relação de preços entre eles usualmente não era favorável ao biocombustível".

As vendas totais de etanol em janeiro, considerando-se hidratado e anidro e os mercados interno e externa, atingiram 2,61 bilhões de litros, contra 2,24 bilhões um ano antes.

No acumulado da atual temporada 2018/19, iniciada em abril do ano passado, e 1º de fevereiro, as vendas totais de etanol pelo centro-sul somaram 25,69 bilhões de litros, alta de 15,5 na comparação anual.

PRODUÇÃO

De acordo com a Unica, a produção de álcool na segunda quinzena de janeiro somou apenas 84 milhões de litros, alta de 24,6 por cento na comparação anual, enquanto a de açúcar cresceu 41,2 por cento, a 5 mil toneladas.

Os números residuais refletem o período de entressafra, com moagem de apenas 563 mil toneladas, ou 33,9 por cento mais frente igual quinzena de 2018.

Um levantamento atualizado pela Unica indica que quatro unidades processadoras de cana e oito de milho permanecem em operação no centro-sul.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário