Vendas de etanol pelas usinas do centro-sul sobem 31,2% na 1ª quinzena, diz Unica

Publicado em 26/02/2019 13:54
85 exibições

LOGO nalogo

As vendas de etanol pelas usinas e destilarias do centro-sul do Brasil somaram 1,32 bilhão de litros na primeira quinzena de fevereiro, alta de 31,19 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior, informou nesta terça-feira a União das Indústrias de Cana-de-açúcar (Unica).

O aumento das vendas é reflexo da comercialização do etanol hidratado no mercado interno, que atingiu 926,85 milhões de litros, crescimento de mais de 50 por cento na comparação com o mesmo período de 2018.

"O etanol hidratado ainda continua sendo a opção mais vantajosa ao consumidor em vários mercados, criando condições para que as vendas continuem em ritmo intenso", disse em nota o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, ressaltando que o biocombustível está competitivo frente à gasolina apesar do período de entressafra.

Do total comercializado na quinzena, 47,59 milhões de litros foram destinados à exportação e 1,27 bilhão de litros ao mercado doméstico.

Do início da safra 2018/2019, em abril, até 16 de fevereiro, as vendas de etanol somaram 27,02 bilhões de litros, aumento de cerca de 16 por cento na comparação anual.

Do total, um volume de 1,44 bilhão de litros foi para a exportação, com alta de mais de 4 por cento na safra, enquanto as vendas internas atingiram 25,57 bilhões de litros, crescimento de 16,9 por cento.

FINAL DE SAFRA

Neste momento de entressafra, o processamento de cana foi residual na primeira quinzena de fevereiro, somando 279,91

mil toneladas.

No acumulado da safra 2018/2019, a moagem alcançou 563,59 milhões de toneladas, queda de 3,56 por cento quando comparado ao mesmo período do ciclo anterior.

Levantamento atualizado junto às empresas indicam que nesta entressafra quatro unidades processadoras de cana e oito de milho permanecem em operação no centro-sul.

Em função da moagem reduzida, a produção de açúcar e etanol na quinzena também foi residual.

A produção de açúcar no período totalizou 1,65 mil toneladas e a fabricação de etanol 61,31 milhões de litros.

"Além disso, observou-se a hidratação (etanol anidro reprocessado e convertido em etanol hidratado) de 58,96 milhões de litros nos primeiros quinze dias de fevereiro", destacou a Unica, em meio à escassez da matéria-prima na entressafra.

Do total de etanol produzido, 37,76 milhões de litros foram de etanol fabricado a partir de milho. No acumulado desde o início do atual ciclo agrícola, a fabricação do biocombustível à base do cereal alcançou 652,25 milhões de litros, com crescimento de 52,88 por cento.

A produção acumulada de açúcar, por sua vez, totalizou 26,36 milhões de toneladas na safra 2018/2019, contra 35,84 milhões de toneladas em idêntico período do ciclo passado.

Em relação ao etanol total, o volume fabricado desde o início da safra registrou 30,35 bilhões de litros, dos quais 9,14 bilhões de litros de etanol anidro e 21,21 bilhões de litros de hidratado. A produção total aumentou quase 20 por cento, com usinas privilegiando o biocombustível mais rentável.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário