Unica vê 27 usinas de cana operando na 1ª quinzena, ante 50 há um ano

Publicado em 26/03/2019 12:52
136 exibições

SAO PAULO (Reuters) - A União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) informou nesta terça-feira que 27 usinas operaram na região centro-sul na primeira quinzena de março, ante 50 neste mesmo período do ano passado.

A Unica informou que usinas de centro-sul moeram 1,59 milhão de toneladas de cana na primeira quinzena de março, 53,5 por cento menos que no mesmo período do ano anterior.

"A menor moagem se deve ao menor número de unidades em operação neste ano e ao clima mais chuvoso no início de março, o que dificultou a operacionalização da colheita", disse em nota o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.

A nova temporada de açúcar e etanol do Brasil começa oficialmente em abril, mas algumas usinas começam o processamento antes disso, se tiverem cana pronta para ser processada ou se precisarem levantar dinheiro rápido produzindo etanol para venda no mercado à vista.

Os números da Unica reforçam um senso geral no mercado de que as usinas devem atrasar o início da nova temporada por causa de um longo período de seca em dezembro e janeiro e depois pelas chuvas em março, que retardaram o desenvolvimento da cana.

A produção de açúcar foi marginal em 9.000 toneladas (80,9 por cento menos que no ano anterior). A produção de etanol foi de 142 milhões de litros (23 por cento menos).

As vendas de etanol permaneceram fortes na primeira metade de março, em 1,22 bilhão de litros, com as usinas continuando a vender seus estoques.

As vendas de etanol hidratado, que compete com a gasolina nas bombas, aumentaram 23,5 por cento em relação ao ano passado, para 824 milhões de litros.

Para Padua, "o preço do etanol hidratado continua atrativo e os consumidores estão optando pelo seu uso".

Mas o executivo ressaltou o aumento no valor do biocombustível em algumas regiões do Brasil ao longo das últimas semanas.

Esse movimento, segundo a Unica, não guarda relação com o preço recebido pelo produtor, que já reduziu 8 por cento nos 10 últimos dias, segundo o indicador diário publicado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada.

(Por Marcelo Teixeira e Roberto Samora)

Fonte: Reuters

Nenhum comentário