Açúcar segue em baixa nesta tarde de 6ª em NY e Londres

Publicado em 11/06/2021 12:02 53 exibições
Unica divulgou ontem dados sobre a moagem de cana e produção de açúcar e etanol na 2ª quinzena de maio

LOGO nalogo

​As cotações futuras do açúcar operam próximas com quedas leves a moderadas nesta tarde de sexta-feira (11) nas bolsas de Nova York e Londres. Desde a manhã, o mercado do adoçante acompanha os dados da véspera de  produção do adoçante e etanol acima do esperado no Centro-Sul do Brasil.

Por volta das 12h (horário de Brasília), o açúcar bruto registrava desvalorização de 0,45%, negociado a US$ 17,65 c/lb na Bolsa de Nova York. Enquanto que o tipo branco cotado em Londres registrava perdas de 0,66%, a US$ 451,70 a tonelada.

O mercado estende as perdas da véspera nesta tarde acompanhando, principalmente, os dados União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) na véspera com altas na produção de açúcar e etanol acima do esperado pelo mercado. Além disso, o dólar se valoriza ante o real e contribui para a queda.

A Unica trouxe na manhã de quinta-feira que a moagem de cana-de-açúcar na segunda quinzena de maio saltou para 43,23 milhões de toneladas, um salto de 1,90% sobre a quantidade verificada em igual período da última safra.

A produção de açúcar na segunda quinzena de maio totalizou 2,62 milhões toneladas (+2,59%) e a de etanol 1,99 bilhão de litros (+9,16%). Do volume total de etanol produzido, o hidratado representou 1,19 bilhão de litros (-7,04%).

O número apontado pela Unica veio até acima do que a estimativa da S&P Global Platts, que consultou 12 analistas do mercado e levantou que a produção de açúcar na segunda quinzena de maio no Centro-Sul poderia ter um salto anual de 1,3%, para 2,590 milhões de t.

» Clique e veja as cotações completas de sucroenergético

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário