Chuva leva usinas de cana a continuar moagem em MG

Publicado em 12/02/2010 06:45 1289 exibições
Número representa mais de 10% de um total de 40 unidades que operaram no Estado no ano passado

O excesso de chuvas em pleno período de safra em 2009 levou cinco usinas mineiras de cana-de-açúcar a continuar a moagem na primeira quinzena de fevereiro. O número representa mais de 10% de um total de 40 unidades que operaram no Estado no ano passado.

De acordo com o Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool e da Indústria do Açúcar no Estado de Minas Gerais (Sindaçúcar/Siamig), estes empreendimentos estão localizados nas regiões do Alto Paranaíba, sul e Vale do Mucuri, ou seja, fora do Triângulo Mineiro, área que concentra a maior parte da produção sucroalcooleira no Estado.

— As chuvas trouxeram dificuldades para a moagem no período de maior pico da produção, entre agosto e setembro e agora os preços remuneradores para o etanol contribuem para que estas usinas mantenham a produção — avaliou Mário Campos, superintendente do Sindicato.

Das cinco usinas que ainda estão em operação, quatro são de médio porte, com uma capacidade entre um milhão e dois milhões de toneladas de cana-de-açúcar. Boa parte desta produção deverá ser destinada à fabricação de etanol.

O volume de cana em pé que, segundo estimativas do Sindicato, atingiu três milhões de toneladas na safra 2009/2010 deverá levar também outras usinas do Estado a antecipar o início da moagem para a segunda quinzena de março deste ano.

Tradicionalmente, as empresas começam a safra em abril. Em 2009, cinco unidades iniciaram a produção mais cedo.

— Neste ano, o número de empresas deverá ser maior — prevê o superintendente.

Em 2010, três novas usinas entrarão em operação, sendo duas no Triângulo Mineiro (a Aroeira, em Tupaciguara e Vale do Tijuco, em Uberaba) e outra em João Pinheiro, no noroeste do Estado. Os três projetos, juntos, têm uma capacidade para a moagem de cinco milhões a seis milhões de toneladas, mas deverão atingir este ano um volume, que na avaliação do superintendente do sindicato, não ultrapassará dois milhões de toneladas.

A produção total de cana-de-açúcar em Minas deverá atingir um volume de 50 milhões de toneladas na safra 2009/2010, crescimento de 18% em relação à safra passada. Já a fabricação de etanol deverá atingir 2,25 bilhões de litros e de açúcar, 2,68 milhões de toneladas, incremento de 3% e 21%, respectivamente. As projeções para a próxima safra só deverão ser divulgadas em março.

Fonte:
Canal Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário