2º lugar no ranking da cana é ocupado por MG, que ultrapassou PR

Publicado em 26/02/2010 08:36 954 exibições

A produção de cana-de-açúcar do Estado de Minas Gerais ultrapassou o Paraná e atingiu o segundo lugar no ranking nacional na safra 2009/2010, ficando atrás apenas de São Paulo. De acordo com informações do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Minas Gerais (Siamig/Sindaçúcar-MG), a moagem de cana no Estado atingiu até a primeira quinzena de fevereiro, 50,24 milhões de toneladas, crescimento de 18,7% em relação à produção da safra 2008/2009.

A produção de açúcar atingiu 2,68 milhões de toneladas, alta de 21,4% frente aos 2,21 milhões de toneladas do ano anterior e a produção de etanol está em 2,24 bilhões de litros, aumento de 3,9% em relação aos 2,16 bilhões de litros da safra passada.

O Estado vem galgando degraus no ranking nacional de produção desde a safra 2008/2009, quando subiu do quarto lugar na produção de açúcar para terceiro lugar (ultrapassando o Estado de Alagoas) e também saltou da terceira para a segunda posição na produção de etanol, ultrapassando o Paraná.

De acordo com informações da assessoria econômica do sindicato, o Estado foi favorecido por um clima melhor para a moagem. Os números poderiam ser ainda melhores, porém, o Estado foi também afetado pelas chuvas, que provocaram uma perda de 7% na qualidade e deixou de moer cerca de dois milhões de toneladas de cana-de-açúcar. Este volume de cana em pé permitiria uma produção de mais 300 mil toneladas de açúcar e 257 milhões de litros de etanol.


No momento, quatro usinas continuam a moagem no Estado, sendo que duas delas estão instaladas no Sul de Minas e duas no Vale do Mucuri, o que pode elevar ainda mais os números apurados até agora da safra 2009/2010.

A produção sucroalcooleira mineira foi favorecida também pela entrada em operação de cinco novas unidades (Cerradão, Vale do São Simão, Vale do Paracatu Agroenergia, Total e Cabrera Energética) em 2009. Para este ano, a previsão é da operação de mais três usinas (Bionergética Vale do Paracatu, Bioenergética Aroeira e Usina Vale do Tijuco). A expectativa é de que moagem de cana-de-açúcar supere 55 milhões de toneladas este ano.

Fonte:
IG / Último Segundo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário