Brasil processará 654 milhões de toneladas de cana-de-açúcar em 2010/2011, alta de 10,4% sobre 2009/2010

Publicado em 09/03/2010 07:07 709 exibições
O Brasil processará 654 milhões de toneladas de cana-de-açúcar em 2010/2011, alta de 10,4% sobre as 594,47 milhões de toneladas moídas em 2009/2010, de acordo com a primeira revisão da safra, divulgada ontem pela Datagro Consultoria no III Simpósio Datagro/Udop, em Araçatuba (SP). A moagem nas usinas e destilarias do Centro-Sul neste período deve saltar 10,8% entre os períodos, de 532,47 milhões de toneladas para 590 milhões de toneladas. Já a safra nordestina será de 64 milhões de toneladas, ante 62 milhões de toneladas em 2009.

Segundo a Datagro, a safra 2010/2011 no Centro-Sul terá uma melhor produtividade e será mais alcooleira. A consultoria espera que a quantidade de açúcar total recuperável por tonelada de cana processada (ATR/t), que foi de 130,86 quilos (kg) em 2009/2010, chegue a 138 kg nesta safra, alta de 5,45%. Mesmo com a recuperação, a produtividade não atingirá os 142 quilos por tonelada de 2008/2009.

A safra 2010/2011 do Centro-Sul terá 58% da matéria-prima processada destinada à produção de etanol e 42% para o açúcar, ante 57% e 43%, respectivamente, na safra passada.

De acordo com Guilherme Nastari, diretor da Datagro, a safra 2010/2011 ainda terá uma oferta muito maior de cana do que a que será efetivamente processada, incluindo as cerca de 56 milhões de toneladas que não foram moídas em 2009/2010. "O início do período será úmido, entre março e maio, ainda reflexo do El Niño, e o segundo semestre será de maior estiagem", disse Nastari.
Fonte:
DCI

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário