Cana valoriza 30% em um ano na região Centro-Sul

Publicado em 11/06/2010 07:53 e atualizado em 11/06/2010 09:15 311 exibições
Tonelada do ATR, que mede aproveitamento da planta, ficou em R$ 388 em maio.
A cana-de-açúcar registrou uma das maiores valorizações na região no mês de maio. De acordo com o Instituto de Economia Agrícola (IEA), no mês passado, a tonelada de ART —unidade que determina o total de produtos que podem ser obtidos da cana— ficou em R$ 388, valor 30% maior em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com Ismael Perina, presidente da Organização dos Plantadores de Cana da Região Centro-Sul (Orplana), uma valorização da cana já era esperada para esta safra por conta das boas expectativas do setor. “Como vínhamos de safras com desvalorizações seguidas, a perspectiva, com a retomada do setor era de melhores pagamentos mesmo”, disse.

Para Manoel Ortolan, diretor superintendente da Cooperativa dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado (Copercana), a safra atual deve seguir com remunerações positivas e aumento na produção. Segundo o diretor, entre os fatores que impulsionaram os bons preços neste ano estão o total de cana que sobrou da safra passada e o investimento no trato dos canaviais. “Com isso, a qualidade da cana está superior neste ano, o que gera maior extração de ATR e melhor remuneração.”

De acordo com a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), ainda é cedo para traçar um panorama preciso da safra, pois o calor nos meses de abril e maio favoreceu a colheita e a maturação da cana nesse período, mas pode prejudicar a disponibilidade de água para o crescimento vegetativo da planta.

Fonte:
Gazeta de Ribeirão

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário