Clima seco prolongado nas principais regiões produtores de açúcar no Brasil continua pressionando as cotações

Publicado em 23/09/2010 17:26
298 exibições

O clima seco prolongado nas principais regiões produtores de açúcar no Brasil continua pressionando as cotações do açúcar. Se a chuva realmente aparecer como prevista pela Somar Meteorologia esta semana ou em um tempo hábil poderá causar danos drásticos no final desta safra e prejudicar o inicio da próxima. Do lado contrario a Índia sofre com chuvas excessivas no seu principal estado produtor Uttar Pradesh, se essas chuvas persistirem poderá causar um impacto na produção que é prevista em 25 mm tons. Enquanto isso produtores aproveitam para fazer fixações e os fundos arbitram sobre qualquer noticia tomando posições a frente acionando stops. O dólar permanece estável após se enfraquecer significativamente no início da semana deixando as commodities variar de acordo com seus próprios fundamentos. O VHP ajustou com 43 pontos de alta no março e o refinado +$11,20 no contrato de dezembro. O spread H1/K1 continua se distanciando hoje ajustou @ 183 com 15 pontos a mais que ontem.

Clique aqui e confira os fechamentos.

Fonte: Hencorp Commcor

Nenhum comentário