Safra de cana de açúcar 2010/11 está praticamente encerrada no centro-sul

Publicado em 10/02/2011 15:36 840 exibições
Quantidade de ATR por tonelada de cana atingiu um crescimento de 8,44% quando comparado ao fechamento da safra anterior.
A moagem de cana-de-açúcar pelas unidades produtoras da região Centro-Sul do Brasil somou 556,19 milhões de toneladas no acumulado desde o início da safra até 31 de janeiro de 2011, uma alta de 2,63% comparativamente ao volume total processado na safra 2009/2010. Neste período, a produção de açúcar aumentou 16,86%, com 33,47 milhões de toneladas produzidas na atual safra. Em relação ao etanol, este crescimento foi de 7,00%, totalizando 25,34 bilhões de litros (17,89 bilhões de litros de etanol hidratado e 7,45 bilhões de litros de etanol anidro).

O volume produzido até o momento pode ser tomado como os valores finais da safra 2010/2011 da região Centro-Sul. Segundo o diretor técnico da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), Antonio de Padua Rodrigues,

– Quaisquer volumes eventualmente produzidos nos dois meses restantes para o término oficial da safra serão irrisórios, como observado em janeiro – esclarece.

Em janeiro deste ano, a moagem alcançou 812,57 mil toneladas, ante 6,40 milhões de toneladas registradas no mesmo período da safra passada. Já a produção mensal de açúcar atingiu apenas 10,67 mil toneladas. Em relação ao etanol, o volume produzido totalizou 45,67 milhões de litros.

Quanto ao número de unidades produtoras em atividade nesta safra, até 1º de fevereiro somente sete usinas ainda operavam no Centro-Sul, contra 42 unidades na mesma data no ano anterior.

No acumulado de abril de 2010 até 31 de janeiro de 2011, a quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de cana atingiu 141,22 kg, crescimento de 8,44% quando comparado aos 130,23 kg verificados no fechamento da safra 2009/2010.

No comparativo quinzenal, a quantidade de ATR registrada nos últimos 15 dias de janeiro foi de 100,16 kg por tonelada de matéria-prima, contra 109,00 kg em igual período de 2010.

Do volume total de cana-de-açúcar processado desde o início da safra até 31 de janeiro, 55,27% destinou-se à fabricação de etanol, percentual inferior aos 57,41% observados nos dados finais da safra anterior.

As vendas de etanol pelas unidades produtoras da região Centro-Sul alcançaram 1,89 bilhão de litros em janeiro, 14,76% abaixo do volume registrado em dezembro. Deste total, 81,80 milhões de litros destinaram-se à exportação, enquanto 1,81 bilhão de litros para o mercado interno.

– Esta queda justifica-se pela sazonalidade natural do consumo, verificada sempre no mês de janeiro. Na realidade, tem-se um novo perfil de competitividade para o etanol, sustentado essencialmente pela frota crescente de veículos flex fuel e pela ausência de qualquer risco de desabastecimento do produto – alerta Rodrigues.

Do montante destinado ao atendimento do mercado interno em janeiro, 1,23 bilhão de litros refere-se ao etanol hidratado e 582,47 milhões de litros ao etanol anidro.

No acumulado de abril de 2010 até 31 de janeiro desse ano, as vendas de etanol atingiram 21,92 bilhões de litros, contra 22,28 bilhões de litros em igual período da safra passada. Deste total, os volumes de etanol anidro e de etanol hidratado comercializados atingiram 6,10 bilhões de litros e 15,83 bilhões de litros, respectivamente.

Fonte:
Unica

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário