Pela primeira vez em 2011, MT volta a liderar ranking no preço do etanol

Publicado em 23/05/2011 10:27 437 exibições
Mato Grosso voltou ao topo do ranking nacional ontem, após mais uma rodada da pesquisa de preços da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que revelou que o litro mais barato do Brasil está no Estado, média de R$ 1,72.

A posição já havia sido ocupada várias vezes por Mato Grosso, mas desde o segundo semestre do ano passado havia cedido a liderança à média registrada no estado de São Paulo, que nesta rodada está com o segundo valor mais atrativo, R$ 1,76, seguido pelo Paraná, R$ 1,92. O mais caro está em Rondônia, R$ 2,66.

Comparando as médias capturada pela ANP, no Estado, o litro do etanol ficou cerca de 25% mais barato no acumulado das últimas quatro semanas. Em 24 de abril o preço médio em vigor no Estado, segundo a pesquisa, era de R$ 2,28. Ontem, atingiu R$ 1,72. A pesquisa apurou preços entre os dias 15 e 21 deste mês. Vale lembrar que os valores publicados se referem a uma média e que preços bem menores são comumente encontrados nos postos de combustíveis de Cuiabá e Várzea Grande. Exemplo disso é o litro do etanol em um posto de Várzea Grande, que na bomba custa R$ 1,43, conforme mostrado com exclusividade anteontem pelo Diário, o menor valor em vigência nos últimos sete meses.

A média de preços ao etanol no Brasil é de R$ 2,07, é quase 17% superior ao registrado em Mato Grosso.

Apesar de ANP apontar para um recuo de preços na ordem de 25% ao Estado nas últimas quatro semanas, na prática a redução é maior quando se analisa o comportamento na Grande Cuiabá, onde os valores de bomba são sempre menores em relação ao resto do Estado. Os preços do etanol ficaram 37,56% mais barato. Depois de estacionar em R$ 2,29 de março a abril, o valor do litro iniciou trajetória inversa e chegando a R$ 1,43 na bomba, em um posto do bairro São Matheus, em Várzea Grande. Mas a média entre Cuiabá e Várzea Grande é de valores entre R$ 1,58 e R$ 1,59.

ANP - Os preços do etanol e da gasolina comum mantiveram a trajetória de queda na terceira semana de maio, na média nacional, de acordo com o Levantamento de Preços da ANP realizado esta semana. No Brasil, o preço médio da gasolina “C” comum, que contém 25% de etanol anidro, foi de R$ 2,86/l, apresentando uma redução de 1,28%, em relação à semana anterior, queda superior a que ocorreu na segunda semana do mês, que foi de 0,55%. O preço médio do etanol hidratado no país caiu 6,65%, para R$ 2,07/l, no mesmo período. A redução foi superior à ocorrida na segunda semana do mês, quando o preço recuou 3,47% em relação à primeira semana do mês.

A tendência para as próximas semanas é de que os preços mantenham-se em queda, tanto para a gasolina, quanto para o etanol hidratado, considerando o início da safra da cana de açúcar e a diminuição do volume de estoque antigo adquirido a preços mais elevados.

O levantamento da ANP é realizado, semanalmente, em mais de 8 mil postos revendedores em todo o país. Essa pesquisa é divulgada toda semana e tem como objetivo orientar o consumidor na hora da compra de combustíveis.
Fonte:
Diário de Cuiabá

0 comentário