Açúcar: Retração da demanda não impede novas altas diárias

Publicado em 27/07/2011 10:58 234 exibições
O mercado nacional de açúcar avança com preços muito firmes, conforme dados do Cepea. No estado de São Paulo, o açúcar cristal considerado no Indicador CEPEA/ESALQ já retomou os patamares anteriores ao início da safra, tendo fôlego para seguir com reajustes diários ininterruptos desde meados de junho. Nos últimos dias, compradores reduziram o interesse por negociações. Alguns têm recebido açúcar via contrato; outros vêem possibilidades de baixa, ainda que pontual, devido à necessidade de capital de giro das usinas neste período de pico de colheita. Essa retração da demanda não foi suficiente para frear os aumentos, já que a oferta, de modo geral, segue relativamente baixa para o segmento spot. Nota-se que algumas usinas mantêm a estratégia de estocar parte da produção, a fim de precaver-se de eventualidades no curto prazo e também para aproveitar cotações que poderiam ser ainda maiores ao final da colheita. Nesse contexto, até mesmo usinas que precisavam vender para fazer caixa, mantiveram seus preços firmes. O Indicador do Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ (estado de São Paulo) fechou a R$ 68,53/saca de 50 kg na terça-feira, 26, alta de 3,52% sobre a terça passada e de 20,7% no mês.
Fonte:
Cepea

0 comentário