Unica: Moagem da cana até 1º de outubro tem queda de 7,39%

Publicado em 11/10/2011 14:50 309 exibições
O volume de cana-de-açúcar processado pelas unidades produtoras da região Centro-Sul do País até 1º de outubro totalizou 411,99 milhões de t. O número representa queda de 7,39% em relação ao mesmo período da safra passada, segundo dados da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) divulgados nesta terça-feira.

Considerando apenas a segunda quinzena de setembro, a moagem no Centro-Sul cresceu, alcançando 36,67 milhões de t contra 27,23 milhões de t para o mesmo período de 2010. No total acumulado no mês de setembro, também houve aumento: o volume de cana processada somou 73,74 milhões de t, ante 64,73 milhões de t registradas no mesmo período em 2010.

Para o diretor técnico da união, Antonio de Padua Rodrigues, o cenário está dentro do esperado. "É natural que haja uma desaceleração no ritmo de moagem nas próximas quinzenas". Ele alerta que até agora cerca de 20 unidades produtoras já encerraram a safra, a maior parte delas localizadas em regiões tradicionais de São Paulo onde houve uma quebra agrícola significativa, sem que ocorresse uma contrapartida de expansão de área.

A Unica afirma que, segundo dados levantados pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), a produtividade agrícola do canavial colhido em setembro no Centro-Sul chegou a 63,6 t de cana-de-açúcar por hectare, queda superior a 10% em relação ao mesmo mês de 2010. No acumulado do início da safra até o começo de outubro, a redução na produtividade agrícola atingiu 18% comparada com o mesmo período na safra anterior.

Matéria prima
Nos últimos 15 dias de setembro, a quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) alcançou 156,37 kg por t de cana moída, 4,38 kg superior ao valor obtido na primeira quinzena do mês, mas 13,12 kg inferior ao número observado no mesmo período na safra 2010/2011, de acordo com a Unica.

No acumulado desde o início da safra até 1º de outubro, o teor de ATR na cana totalizou 136,46 kg por t, contra 141,41 kg registrados um ano atrás.

Produção
Do volume total de matéria-prima processado desde o início da safra até o início de outubro, 51,51% destinou-se à produção de etanol e os 48,49% restantes à produção de açúcar.

Com isso, a produção de açúcar totalizou 25,98 milhões de t até o dia 1º de outubro, queda de 4,19% em relação ao volume processado no mesmo período da safra 2010/2011. Já a produção acumulada de etanol alcançou 16,99 bilhões de litros desde o início da safra, sendo 6,56 bilhões de etanol anidro e 10,43 bilhões de hidratado.

Na segunda quinzena de setembro, a produção de açúcar totalizou 2,84 milhões de t e a de etanol 1,62 bilhão de litros. Cabe destacar a produção de etanol anidro, que alcançou 661,24 milhões de litros nos últimos quinze dias de setembro, superior aos 470,56 milhões observados em igual período da safra passada (crescimento de 40,52%).

Vendas
As vendas de etanol pelas unidades produtoras da região Centro-Sul somaram 1,82 bilhão de litros em setembro deste ano, 22,86% abaixo do volume registrado no mesmo período de 2010.

Esta retração foi intensificada pela queda de 36,60% nas vendas de etanol hidratado (1,12 bilhão de litros em setembro deste ano, contra 1,76 bilhão de litros no mesmo mês no último ano), mas compensada parcialmente pelo aumento de 17,91% nas vendas mensais de etanol anidro, que alcançaram 701,20 milhões de litros no último mês.

No acumulado de abril até o início de outubro, as vendas de etanol pelas unidades produtoras do Centro-Sul somaram 11,02 bilhões de litros, redução de 17,28% em relação ao mesmo período do último ano. Deste total, 4,09 bilhões de litros referem-se ao etanol anidro e 6,93 bilhões de litros ao etanol hidratado.

Dos 11,02 bilhões de litros vendidos desde o início da safra até 1º de outubro, 9,97 bilhões tiveram como destino o mercado doméstico, enquanto 1,06 bilhão foram exportados - queda de 10,09% em relação ao volume exportado no mesmo período de 2010, que foi de 1,18 bilhão de litros.

Fonte:
Terra

0 comentário