USDA novamente indica piora nas condições das lavouras de soja e milho dos EUA

Publicado em 06/09/2011 17:23 e atualizado em 08/09/2011 08:10 2705 exibições
O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou no final da tarde desta terça-feira, 06, mais um relatório semanal de acompanhamento de safra.  

De acordo com o boletim, as lavouras de soja em condições boas ou excelentes nos EUA somavam 56% da área em 04 de setembro, abaixo dos 57% registrados na semana passada. Uma redução, portanto, de 1 ponto percentual.

Até o último domingo, apenas 6% das lavouras de soja haviam entrado no estágio de maturação diante dos 17% na mesma época do ano passado e 13% na média de cinco anos, segundo informações do relatório.

No caso do milho, as plantações apresentaram queda de 54% para 52% da área com bom ou excelente desempenho, um recuo de 2 pontos percentuais. No ano passado, o somatório bom excelente era de 69%. A média de cinco anos é de 64%.


Em resumo, estes são os destaques do relatório do USDA:

MILHO/EUA: 52% DA SAFRA EM CONDIÇÃO BOA A EXCELENTE;
SOJA/EUA: 56% DA SAFRA EM CONDIÇÃO BOA A EXCELENTE;
MILHO/EUA: 18% DA SAFRA EM MATURAÇÃO, ANTE 31% HÁ UM ANO;
SOJA/EUA: 6% DA SAFRA TEM QUEDA DE FOLHAS, ANTE 17% 
HÁ UM ANO;
MILHO/EUA: 71% FORMOU DENTE, ANTE 84% UM ANO ATRÁS;
SOJA/EUA: 97% DA SAFRA FORMOU VAGEM, ANTE 99% UM ANO 
ATRÁS.

Queda em Chicago trava negócios no interior do Brasil

A queda dos preços na Bolsa de Chicago (CBOT)  travou as 
negociação da soja no mercado interno nesta terça-feira, véspera do feriado do Dia da 
Independência no Brasil. Em Primavera do Leste (MT) a indicação girou em torno de 
R$ 43,50 a saca, queda em relação aos R$ 44,50 com que foram fechados 
negócios na sexta-feira, segundo Emerson Bonadiman, da Seeds Corretora. 
Entretanto, alguns poucos lotes de milho foram vendidos a R$ 23, mesmo valor do 
final da semana passada. Para 2012 a indicação para o cereal ficou em R$ 18, mas 
segundo Bonadiman não houve vendedor.
No Paraná, Adriano Carneiro dos Santos, da Trigo Branco, conta que na abertura de 
Chicago a saca da soja chegou R$ 49,50 em Ponta Grossa, mas conforme a 
cotação internacional foi perdendo força a indicação caiu para R$ 48. "O vendedor 
fechou negócio a R$ 50 na sexta-feira, então fica na expectativa de conseguir de 
novo esse valor", disse o corretor.
Em relação ao milho o vendedor paranaense buscava R$ 27,50, mas o comprador 
pagava no máximo R$ 26,50, portanto não houve negociações. 
Tags:
Por:
Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário