Bayer aumenta seu compromisso com transparência e sustentabilidade

Publicado em 14/06/2019 15:24
72 exibições

Reflexo de suas responsabilidades e de seu potencial de liderança no setor agrícola, a Bayer está estabelecendo novos níveis de transparência, sustentabilidade e engajamento. "Estamos avançando no processo de integração dos novos negócios agrícolas e, agora, vamos começar a implementar uma série de medidas com o objetivo de promover maior transparência e sustentabilidade em toda a organização", comenta Werner Baumann, presidente do Conselho Administrativo da Bayer. Essas medidas visam responder aos questionamentos e preocupações acerca do papel da Bayer na agricultura, após a aquisição da Monsanto. "Vamos continuar aprimorando nossas normas com o intuito de proporcionar uma vida melhor a atuais e futuras gerações", complementa.

Para reduzir a pegada ecológica do seu portfólio agrícola, a Bayer aposta em inovação. Com novas soluções, o objetivo da organização é promover uma redução de 30% no impacto ambiental até 2030. Para isso, ela está desenvolvendo novas tecnologias, diminuindo os volumes de produtos de proteção de cultivos e aprimorando as técnicas de aplicação. Essas medidas pretendem restaurar e preservar a biodiversidade, combater as mudanças climáticas e fazer um uso mais eficiente dos recursos naturais. 

Para avaliar seu progresso, ela pretende balizar seu Quociente de Impacto Ambiental (QIA) com os padrões utilizados no mercado atualmente. O QIA foi criado em 1990 na Cornell University (EUA) com o objetivo de relacionar volume e toxicidade, servindo como um sistema mais significativo de medição do que somente o volume. A Bayer busca sempre melhorar o QIA de suas soluções para lavouras, investindo em inovações de última geração para sementes e variedades, agricultura digital, soluções biológicas e produtos de baixo resíduo e taxas reduzidas de aplicação. Para reforçar ainda mais o trabalho da empresa, ela convidará especialistas globais e nomes importantes do setor para participar de seu Conselho de Sustentabilidade.

Embora o glifosato continue a exercer papel importante na agricultura e no portfólio da Bayer, a organização se comprometeu em oferecer alternativas a produtores e investirá cerca de 5 bilhões de euros na criação de novos métodos de combate a plantas daninhas na próxima década. As pesquisas serão desenvolvidas com o intuito de compreender melhor os mecanismos de resistência, identificar e desenvolver novos modos de ação, aprimorar as soluções integradas de gerenciamento de ervas daninhas e oferecer recomendações mais precisas por meio de ferramentas de agricultura digital. Além disso, parcerias com cientistas especializados de todo o mundo serão aprofundadas para desenvolver soluções personalizadas para produtores locais.

A transparência é um dos pilares da Bayer: em 2017, a empresa passou a publicar online todos os seus estudos relacionados à segurança nas lavouras. Desde então, já foram disponibilizados centenas de pesquisas de quase 30 componentes, incluindo 107 estudos próprios dedicados ao glifosato. A Bayer vai ainda lançar um projeto piloto em que convidará cientistas, jornalistas e representantes de ONGs a participar da preparação científica do próximo processo de registro de glifosato da União Europeia, que acontecerá ainda este ano.

Além disso, a empresa vai aplicar normas consistentes de segurança a seus produtos, indo além das regulamentações locais. Desde 2012, a Bayer descontinuou a venda de todos os produtos classificados como Classe 1 em grau de toxicidade pela Organização Mundial de Saúde, mesmo em mercados onde eram liberados. Na última sexta-feira, a organização anunciou que comercializará produtos de proteção a lavouras com países em desenvolvimento somente se eles atenderem às normas de segurança da maioria dos países que possuem projetos avançados de regulação de defensivos agrícolas.

Nos próximos meses, ela vai promover melhorias em suas políticas de engajamento que servem de base para interações com cientistas, jornalistas, órgãos reguladores e o setor público em termos de transparência, integridade e respeito.

Para mais informações, acesse www.bayer.com/commitments.

Tags:
Fonte: Bayer

Nenhum comentário