Pressão negativa sobre a arroba continua mas escalas de abate já diminuíram diante da retração de vendedores

Publicado em 01/06/2015 12:13
767 exibições
Pressão negativa sobre a arroba continua mas escalas de abate já diminuíram diante da retração de vendedores

A semana começa com pressão dos frigoríficos sobre a arroba do boi gordo. Em São Paulo a indústria tenta ofertar de R$ 2,00 a R$ 3,00 a baixo da referência de R$ 147,00 à vista e R$ 148,00 a prazo, mas poucos negócios acontecem nesses patamares.

Sem a efetivação dos contratos, os frigoríficos já começam a reduzir as escalas de abate, explica Alex Santos Lopes, analista da Scot Consultoria. Na média, a semana iniciou com redução de 1 dia útil nas escalas, em relação a semana passada.

Contudo, "temos um feriado na quinta-feira e provavelmente quinta e também na sexta-feira poucos negócios ocorram, então talvez isso dê um pouco mais de sustentação nas cotações na medida em que a indústria sai as comprar com um pouco mais de força nos próximos dias", considera Lopes.

Esse movimento de compra associado a uma possível melhora na demanda - típica de inicio de mês - a tendência do mercado no curto prazo é altista, considera Lopes. Porém, as margens dos frigoríficos continuam apertadas, em média 17% a 18%, e o baixo espaço para valorização da carne pode impedir a indústria de bancar altas significativas na arroba.

Tags:
Por:
Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário