Redução das chuvas ao longo do mês de novembro no Sul do país pode penalizar lavouras de soja no oeste do PR, aponta Cropview

Publicado em 01/11/2018 15:22 e atualizado em 01/11/2018 17:52
2070 exibições
Milho verão também pode ser penalizado no RS com redução das chuvas em novembro
Cristina Queiroz - Rural Tecnologia

Podcast

Entrevista com Cristina Queiroz - Rural Tecnologia sobre o CropView

Download

LOGO nalogo

A análise do CropView aponta que no sul do país pode ter redução das chuvas durante o mês de novembro e penalizar as lavouras de soja no oeste do Paraná. Além disso, o milho da safra verão também pode ficar comprometido no estado do Rio Grande do Sul.

De acordo com a gerente da Crop View, Cristina Queiroz, a redução das chuvas tende a afetar as lavouras que estão em estágio de florescimento. “Nós estamos acompanhando essa redução há bastante tempo, tem momentos que o alerta sinaliza mais forte outro é menos forte”, diz.

Outra aspecto que o sistema do CropView analise é o clima favorável para o surgimento de doenças fúngicas da soja. “Alerta sinaliza que as doenças estão mais propensas a aparecer nas áreas plantadas mais precoces, principalmente no estado do Paraná”, afirma.

Até o momento, não tem nenhum alerta de surgimento de ferrugem no estado do Paraná. “Basicamente, as doenças que podem afetar as áreas é a mela que mostra esse excesso de umidade que vem acometendo diversos estados”, comenta.

Na região de Guarapuava/PR, a previsão climática indica 15 mm de precipitações que pode penalizar as áreas cultivas precocemente. “Pode ser que não seja assim para o município inteiro, mas tem essa tendência de redução das chuvas que estamos observando tem um tempo”, aponta.

Para as lavouras cultivadas mais tarde, o sistema indica que as lavouras vão ser menos penalizadas do que as áreas semeadas mais cedo. “Quando a planta entrar em florescimento as chuvas vão voltar para a localidade”, diz.

No sul do Mato Grosso do Sul, o sistema também sinaliza a mesma condição climáticas que no oeste do Paraná com redução de chuvas. “Hoje, a região vai receber chuvas em torno de 75 mm durante o dia e para os próximos dez dias tem bons volumes de chuvas”, ressalta.

Por: Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário