Entradas de massas de ar frio serão mais frequentes e próxima semana pode registrar a primeira geada desse outono

Publicado em 17/05/2019 15:14 e atualizado em 17/05/2019 17:50
2139 exibições
Chuvas se concentram nos extremos do país ( Norte e Sul) enquanto região central tende a registrar redução significativa das precipitações
Morgana Almeida - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet

Podcast

Entrevista com Morgana Almeida - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet sobre a Previsão do Tempo

Download

 

LOGO nalogo

Nesta sexta-feira (17), o Notícias Agrícolas conversou com Morgana Almeida, chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do INMET, a respeito das condições climáticas para todo o país.

Houve uma mudança de temperatura. Desde a região Sul até grande parte da região Sudeste e sul da região Norte, a atuação de uma massa de ar frio fez com que as temperaturas caíssem significativamente.

Almeida comenta que "foi dada a largada" para o início do inverno. Como a estação do ano se aproxima, as frentes frias devem ser mais frequentes, além da maior atuação das massas de ar de origem polar.

Entretanto, é preciso ficar alerta para a próxima semana, já que há a previsão de formação de geadas - sendo o primeiro fenômeno desse na estação atual, que foi mais quente. As geadas podem atingir os pontos mais altos da Serra Gaúcha, o sul catarinense e o sul do Paraná. Mas é importante destacar que esse fenômeno precisa de uma maior previsão.

O final de semana deve ser de tempo mais seco, mas o frio continua. No domingo, volta a chover na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai. No Norte, a chuva deve se manter por todo o final de semana. Na segunda-feira, haverá a formação de outra frente fria na região Sul.

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário