Paraná segue sem condição para iniciar o plantio da próxima safra de verão. Estabilização das chuvas só em outubro

Publicado em 12/09/2019 13:22 e atualizado em 12/09/2019 15:30
733 exibições
Todas as regiões produtoras do estado aguardam as chamadas chuvas plantadeiras para iniciar os trabalhos
Cristina Queiroz - Rural Tecnologia

Podcast

CropView - Entrevista com Cristina Queiroz - Rural Tecnologia

Download

LOGO nalogo

Os produtores do Paraná continuam sem umidade para iniciar o plantio da soja e as previsões climáticas dos próximos dias ainda não indicam a volta de chuvas para a região. O Notícias Agrícolas conversou nesta quarta-feira (11) com Cristina Queiroz - Rural Tecnologia que faz uso da ferramenta CropView para analisar a situação do estado e demais regiões do Brasil.

Segundo Cristina, o produtor do Paraná ainda precisará ter um pouco mais de paciência para iniciar o plantio. “O produtor vai ter que ter um pouquinho mais de paciência e olhar com muito cuidado a chegada dessas chuvas”, comenta.

Os dados do CropView indicam que nos próximos dias, uma chuva poderá chegar no Paraná, mas ainda não será o necessário para iniciar o plantio. Afirma ainda que as condições meteorológicas indicam que a chuva deve se estabelecer de fato na região apenas a partir da primeira semana de outubro.

"De acordo com essa tendência essa chuva, faa falando do Paraná, chega sim e se recolhe, então o que os metereologistas estão sinalizando é que muito provavelmente, teremos uma estabilização dessa chuva a partir da segunda quinzena de outubro", explica. 

Cristina mostrou ainda que toda a região central do país continuará com as temperaturas elevadas nos próximos dias. “É muito quente e quando nós olhamos no acumulado de chuva, não tem, é zero. Então é muito calor e sem chuva, está tudo extremamente seco”, comenta. O clima poderá permanecer nessas condições até o próximo dia 16."

Confira a entrevista completa com simulação de plantio no vídeo acima

 

 

 

 

Por: Aleksander Horta e Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário