Centro-Oeste deve ter melhores condições de plantio apenas a partir de 10 de outubro

Publicado em 19/09/2019 13:01 e atualizado em 19/09/2019 14:16
876 exibições
Chuvas começam a aparecer no Mato Grosso na virada do mês, mas regularidade das precipitações são esperadas apenas em outubro. Produtor precisa ter paciência e aguardar para iniciar a semeadura.
Cristina Queiroz - Rural Tecnologia

Podcast

Centro-Oeste deve ter melhores condições de plantio apenas a partir de 10 de outubro

Download

LOGO nalogo

A tendência é que as condições climáticas devem ficar favoráveis para o início do plantio da soja a partir do dia 10 de outubro no Centro-Oeste do Brasil.   Segundo a Diretora do Rural Tecnologia, Cristina Queiroz, as chuvas irregulares devem aparecer no começo de outubro no estado do Mato Grosso e Rondônia.

De acordo com modelos meteorológicos do Oráculo Meteorologia, com base nos dias 18 a 23 de setembro, mostra que estão previstas chegadas de chuvas para o litoral de Santa Catarina. “São volumes bastante intensos e essa precipitação deve refrescar o sul do país. Por outro lado, o Centro-Oeste registra temperaturas máximas”, comenta.

Nos dias 23 a 28 de setembro, os modelos meteorológicos apontam que a frente fria que estava em Santa Catarina vai começar avançar por todo o Centro-Oeste. “Todo o litoral começa a receber chuvas e as temperaturas mínimas começam a subir um pouco”, ressalta.

Já no período de 28 de setembro a 03 de outubro, é possível observar acumulados de chuvas para os estados do Mato Grosso e Rondônia. “Nestes dias, o Rio Grande do Sul vai receber volumes de chuvas bastante intensos. Porém, as precipitações ainda não são firmes”, aponta.

No município de Vicentinópolis (GO), considerando um plantio de soja no dia 01 de outubro, com ciclo de 110 dias o cropview sinaliza uma precipitação de 15 mm. “Nós estamos enfrentando uma estiagem e o déficit hídrico está maior do que a média histórica dos últimos dez anos. O sistema mostra que após o plantio terá um excedente menor de água no solo se comparado com os anos anteriores”, comenta.

No entanto, considerando um cultivo de soja no dia 15 de outubro o cenário é outro e os riscos ficam menores.  “A sinalização não muda, mas os volumes começam a aumentar. Ao que tudo indica ás plantas entram em desenvolvimento vegetativo com bons volumes de água”, reforça.

Confira a entrevista completa no vídeo acima

Por: Guilherme Dorigatti e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário