Inmet confirma chuvas volumosas e bem distribuídas ao longo da semana na região Central do país. Estação chuvosa está formada

Publicado em 21/10/2019 11:12 e atualizado em 21/10/2019 19:00
6931 exibições
Oeste e Norte do Paraná recebem bons volumes nesses próximos dois dias , diminuindo preocupação do produtor
Francisco de Assis Diniz - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet

Podcast

Entrevista com Francisco de Assis Diniz - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet sobre a Previsão do Tempo

Download

LOGO nalogo

As previsões climáticas de chuvas mais intensas para a região Central do país se confirmou e o bloqueio que impedia o avanço da chuva do Rio Grande do Sul para as demais localicadades começou a ser rompido fazendo chover em vários pontos da região Centro Sudeste nesta segunda-feira (21). Mapas do Inmet indicam que as condições de chuvas devem continuar ao longo dessa semana. Os mapas indicam ainda que a região sul-oeste da Bahia e alguns pontos do Tocantins ainda continuarão sem chuvas. 

Segundo Francisco de Assis Diniz - Chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet, as imagens de satélite registravam chuvas no Mato Grosso Sul, Góias, centro e sul de Minas Gerais, Mato Grosso e Paraná nesta segunda. A chuva que atingiu o norte do Paraná chamou atenção dos metereologistas porque ficou acima do esperado, lembrando que a região norte do estado é a que mais sofre com as irregularidades da chuva neste início de safra. 

Para os próximos dias, o norte do Paraná deverá receber chuva entre 30 e 40 milímetros. A chuva avança e também deve atingir sul oeste do Goiás, Minas Gerais e chuvas intensas são previstas para o Mato Grosso. As condições climáticas devem permanecer assim durante a semana. Já a região Sul do Brasil passa por um curto período sem chuvas durante esta semana. 

No final da semana uma nova frente fria se forma na região sul do país, avança e volta a chover no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. "Está começando a mudar os padrões atmosféricos no Brasil", afirma Francisco. 

Apesar dos mapas indicarem uma mudança para a região central do Brasil, os produtores de algumas regiões da Bahia e Tocantins ainda precisam estar atentos com a umidade do solo e irregularidades de chuvas, especialmente no sul-oeste da Bahia e leste do Tocantins . "Nessa parte a gente deve ficar monitorando as condições", afirma Francisco. 

Confira a previsão completa no vídeo acima

Veja também: 

Tempo: Chuvas retornam ao Centro-Sul do BR e amenizam parte das preocupações com soja, mas segue irregularidade

Por: Aleksander Horta e Virgínia Alves
Fonte: Noticias Agrícolas

0 comentário