PERGUNTE AO AGRÔNOMO: Engenheiro Armando Portas tira dúvidas dos produtores sobre o agronegócio

Publicado em 11/04/2012 14:00 1163 exibições
Pergunte ao agrônomo: Saiba sobre a produção do abacate real no norte do Suriname. Testes de novas variedades do trigo avançam por todo o Brasil. E mais, entenda a importância da integração da lavoura-pecuária para a agricultura.

4 comentários

  • Nayana Oliveira Campos dos Goytacazes - RJ

    Minha família lida com entregas para hortifruti e ouvimos falar de uma abóbora de nome "abobrinha verde princesa". Porém não encontra nenhuma referência sobre ela. Esta abóbora seria conhecida por outro nome (talvez o científico)? E qual a melhor forma de cultivo? Obrigada!

    1
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Talves obtenha melhor resposta no GLOBO RURAL

      0
  • marino frança união do oeste - SC

    Trabalho na minha propriedade com silagem para as vacas leiteiras, porem o silo está no final e comprei mais silagem que está armazenado há uns 3 meses em outro local. Pretendo traze-lo para minha propriedade... Pergunto: ao transportar corro algum risco de perda, a silagem de milho pode se estragar? Desde já agradeço a ajuda.

    2
    • Rodrigo Rodrigues Almeida Cachoeira Dourada - GO

      Rodrigo Polo Pires, vc foi muito infeliz em seu comentário, onde vc diz que o erro está no produtor é que o setor do agronegócio exige uma desvalorização do real perante o dólar. Não sei qual é a profissão do senhor, mas provavelmente não é a agricultura, já que o sucesso da atividade é um somatório de ações. E dentro destas ações uma parte compete ao produtor, mercado de oferta e demanda e o outro lado é a natureza! E essa o comando é de Deus. Desvalorização cambial do real, foi fundamental para o Brasil diminuir os impactos financeiro da balança comercial. A dificuldade sócio econômico da sociedade brasileira, vêm sendo reflexo das sucessivas políticas populista desastrosas. Um governo irresponsável que sangrou a economia brasileira. E que sempre quando há um enfraquecimento da economia, e por consequência, a arrecadação tributária tem queda, eles fazem o que? Aumentam ou criam novos tributos federais, estaduais e municipais. Então a dificuldade das classes mais baixas está aí é não no setor do agronegócio.

      3
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Você confunde as coisas Rodrigo Rodrigues, que a causa da desvalorização foi a incompetencia do governo é coisa que digo a meses aqui, e também que os produtores de grãos não tem culpa nisso, agora dizer que não houve vantagem para o setor com a desvalorização e que a dificuldade das classes baixas não tem nada a ver com o aumento do preço dos alimentos é coisa, no minimo, duvidosa. Não disse em momento algum que os produtores são os responsáveis por isso, o que disse é que se o sujeito não consegue ganhar dinheiro com soja a 80 e milho a 40 está fazendo algo errado. Uma amigo perdeu 30% da soja esse ano e 50% do milho e pagou as contas. Quanto á sua insinuação, já abri três fazendas, criei gado, plantei arroz, milho, soja, e com 17 anos dirigia para meu pai vender sementes de soja para uma empresa que em 1980 produzia 600 mil sacas de sementes, e se hoje estou parado isso só diz respeito a mim mesmo.

      3
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Sr. Marino França, você sabe bem que a silagem depois de aberta, em contato com o ar azeda, então é melhor utilizar logo.

      1
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Srs. "Rodrigos", acho que este pequeno trecho de um texto vem ajudar a lapidar algumas arestas: "O poder que presidentes, deputados e senadores têm de fazer bem para a economia é extremamente limitado; o poder que eles têm de fazer o mal é devastador. A melhor coisa que políticos podem fazer para a economia é parar de fazer mal. Em parte, isso pode ser alcançado por meio da redução de impostos e da redução de regulamentações. Acima de tudo, eles deveriam parar de querer controlar nossas vidas".

      2
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Sr. Paulo, agradeço o espirito apaziguador, mas há de convir, não escrevi que os produtores exigem um câmbio depreciado, escrevi querem, e entre querer e poder vai uma longa distância. Isso aí é efeito da lavagem cerebral promovida pela Monsanto, cujos regabofes são muitas vezes em um local muito conhecido em Brasilia, o Royal Tulip.

      5
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Hei! O que tem que fazer para receber um convite desse? Estou "necessitado" de um repouso desses, ainda mais nesse Royal Tulip, vai que dou de cara com o Lula, vou ter a oportunidade de verificar minha pontaria... Calma! Bão vou praticar nenhum atentado, só vou praticar a modalidade esportiva dos petistas... O CUSPE A DISTÂNCIA !!! Será que vou acertar na mosca... NO LULA ??? ...He! He! (risos).

      3
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      É mais ou menos simples, para pertencer à essa casta de homens superiores basta comprar acima de 200.000 reais de produtos da Monsanto que já está apto a entrar no mundo em que os produtores são realmente seres muito especiais. Mas sabe como é Sr. Rensi, sou Católico e conheço o diabo, então corro léguas... Ah não esquecendo que se comprar acima de 1 milhão, tem os melhores acentos no avião e os melhores quartos e as melhores mesas, acima disso não tenho nem idéia.

      10
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Sr. Rensi, falando em Católico, quero que leia esse artigo e se puder divulgue: http://ipco.org.br/ipco/a-enigmatica-simpatia-pela-nova-russia-e-o-silencio-sobre-as-vitimas-do-comunismo/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedipco+%28IPCO+-+Instituto+Plinio+Corr%C3%AAa+de+Oliveira%29#.V5YtAbgrK01

      8
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Ops, falha minha, Sr. Rensi, sei sim, ganha ações da Monsanto, vira sócio da empresa.

      8
  • Leandra Coelho Manaus - AM

    Boa noite. Sou técnica em Química Industrial e estou trabalhando como responsável técnica em uma pequena fábrica de feijão praia. E gostaria de saber qual a melhor técnica para conservar a cor verde do feijão? Estou começando agora nessa pequena empresa e não conheço muito sobre feijões, mas sei que é manipulado o ácido cítrico para tal efeito. Gostaria de saber se é a melhor técnica ou se há uma melhor, mais eficaz, com duração maior. Desde já agradeço muito a ajuda. Obrigada,

    0
  • fabiano gomes de castro rodrigues Pouso Alegre - MG

    BOA NOITE QUERO TIRAR UMA DUVIDA, VOU PLANTAR 500 PES DE CAFÉ E QUERO COLOCAR CALCÁRIO, SEPERSIMPLES, GESSO E ESTERCO DE GALINHA QUAL SERA A MEDIDA ARA CADA COVA?

    0